Faro Editorial lança clássico de Martin Luther King Jr.

Faro Editorial lança clássico de Martin Luther King Jr.

O racismo é algo que está entranhado na sociedade, num tecido social em que há a visão de que o branco é superior em cultura e capacidade de realização. Este pensamento faz parte do “quadro racial branco” que é descrito pelo sociólogo Joe Feagin como: “Um quadro racial que encara pessoas pretas como de menor peso político, econômico e social”. Além do racismo neste quadro, há discriminação racial que é a ação baseada em preconceito, um prejulgamento de outra pessoa, neste caso referente a cor e/ou raça, as ações da discriminação incluem: exclusão, ameaça, ridicularização, difamação e violência contra o indivíduo.

Martin Luther King Jr. pastor protestante, ativista político e sociólogo norte-americano, foi um dos maiores nomes da luta contra a discriminação racial nos Estados Unidos no ano de 1964 em que havia o grande clamor pelos direitos civis. A discriminação racial que tornou-se uma luta de King, não era colocada em pauta na década de 60, pois, os brancos nos Estados Unidos em geral, não presenciavam os horrores que os negros passavam dentro do país, e além deste fator, a admissão dos preconceitos raciais e da crença na supremacia racial era socialmente aceita pela população branca, até a chegada dos discursos e dos protestos de King que se espalharam pelo país.

Este livro que será lançamento neste mês pela Faro Editorial, Porque não podemos esperar, tratará de mostrar os manifestos de Martin Luther King Jr. junto a seus debates e críticas dos problemas de sua década que ainda apontam-se atuais. A obra apresentará a narração da história da luta contra o racismo sustentado a três séculos e o olhar do ativista sobre o futuro.

Martin Luther King Jr. foi assassinado em 4 de abril de 1968 na sacada do seu quarto no Tennessee. De acordo com Vincent Southerland, diretor executivo do Centro para Raça, Desigualdade e Lei da Universidade de Nova York, King “Ajudou a acordar o país e a despertar a consciência americana quanto ao racismo. E ele fez de maneira revolucionária”.

É importante entender a história que está sendo feita hoje, porque ainda há mais por vir, porque a sociedade americana está perplexa com o espetáculo do negro a revolta, porque as dimensões são vastas e as implicações profundas”, Martin Luther King Jr.

Julia Paranhos

Julia Paranhos

Sou uma estudante de jornalismo completamente apaixonada por livros em especial de romance e aventura. Adoro assistir filmes, séries e doramas. Faço resenhas destes tópicos no Blog e estou extremamente feliz por fazer algo que tanto amo que é escrever.

Leia também

2 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

Arquivos