@FaroEditorial lança Invisível de Tarryn Fisher

A Faro Editorial lança em janeiro Invisível o novo livro da autora best-seller do New York Times e pela revista Veja no Brasil, Tarryn Fisher. Neste thriller psicológico arrepiante, conhecemos Margô, uma garota que viu sua infância e inocência serem tragadas pelo egoísmo de adultos desajustados a sua volta e que decide fazer justiça com as próprias mãos, contra todos os desajustados a sua volta.
A obra ganhou o título de Suspense independente número 1º do Choice Awards Goodreads do ano, já está em pré-venda e você pode adquirir o seu exemplar através do nosso link na AMAZON.
Diz-se que uma criança, quando negligenciada, pode ser cooptada pelos sentimentos mais amargos, como ódio e rancor, e se tornar na fase adulta um verdadeiro monstro, com pouco resquício de humanidade.
Margô sabia disso, e ela estava disposta a impedir que outras crianças sofressem o mesmo que ela. Sua sede por justiça iria amenizar o so frimento dessas crianças e dar a elas a chance de um a vida sem dor, abuso e violência. Ela cuidaria disso pessoalmente.

“As pessoas fazem coisas ruins no escuro, sob o olhar vazio da lua. Ela está sorrindo para mim agora, orgulhosa do meu pecado. Eu não tenho orgulho. Eu não sou nada. Olho por olho, digo para mim mesma. Surra por surra.”

Margô tinha 8 anos quando sua mãe deixou de ser sua mãe. Ela não sabia o que havia acontecido para aquela mulher se tornar uma estranha, fechada em seu próprio mundo, largando a filha a própria sorte. Vivendo numa casa que era o reflexo dessa vida vazia, Margô sobreviveu. À mãe prostituta e drogada; à vizinhança perigosa e desprezada; à fome, e a ela mesma.
Margô era invisível até conhecer Judah, um vizinho cadeirante que começa a trazer alguma luz para as janelas escuras de sua vida. Mas esse lampejo de esperança começa a se esvair quando acontece o assassinato brutal de uma criança em Bone, seu bairro, uma linda menininha que ela avistava todos os dias.
Esse crime a desperta para um mal que espreita a todos na cidade. E diferente do que sempre pensou ser capaz, Margô resolve agir e caçar a todos que abusadores de crianças, seja física ou psicologicamente. Sob a sua vigilância, nenhuma criança terá que passar pelo que ela passou.
Mas até que ponto essa vingança não sugará o resto de sua humanidade? Será que ainda existe mesmo algo bom dentro dela? Será que Judah pode ser capaz de salvá-la ou Margô é apenas mais um caso perdido e, em breve, mais um número nas estatísticas do descaso?

“Há uma casa em Bone com uma janela quebrada, coberta por uma folha de jornal. O revestimento externo da casa está caindo aos pedaços e o teto parececarregar os fardos do mundo. Eu vivo nesta casa com minha mãe. Debaixo de chuva, no quarto com a janela quebrada. Eu a chamo de a casa que devora.”

Bell

Bell

Sou Bell Paula, tenho 28 anos e sou Bacharel em química e estudante de Tecnologia de Processos Químicos. A leitura está presente na minha vida desde criança, quando meus pais compravam para mim os gibis da Turma da Mônica, isso com meus 8 anos. Apaixonada por série que ninguém conhece, filmes clichês e músicas estranhas, tenho no manuscrito um lugar para falar das minhas leituras e compartilhar minha paixão. Amo livros de YA, romance e fantasia, mas adoro um bom clichê.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Categorias

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo