Resenha #91 Big Rock – Lauren Blakely @FaroEditorial

 
Título: Big Rock
Autor (a): Lauren Blakely
Lançamento: 2017
Estante: SkoobGoodReads
Páginas: 224
Editora: Faro Editorial
Literatura: Estrangeira
Gênero: Chick-lit, Erótico, Ficção, Romance 
Estrelas: 4/5
Sinopse: Ele tem todos os talentos. Algumas vezes, tamanho é documento.

A maioria dos homens não entendem as mulheresSpencer Holiday sabe
disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.
E não pense você que se
trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy
conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas
querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre
como uma troca, certo?”
Quer dizer, a vida ERA assim.Agora que seu pai está
envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar.
Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente – comprometedor… pelo menos durante esse processo.
Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado… até agora.

 
**ML**
 
 
Tipicamente picante, muito envolvente e previsível.
Quando acompanhei a hyper de Big Rock, não imaginava que as críticas eram tão
precisas.
Uma aposta interessante da autora, mas logo no início da leitura já da para ter uma ideia do que esperar do livro. Ou seja, um clichê maravilhoso.!
Em Big Rock vamos conhecer Spencer e Charlotte. Os dois são melhores amigos e sócios.

“Eu posso ser um mestre na arte de trepar, mas também sou um cavalheiro. Eu abro as portas do seu coração antes de abrir as suas pernas. Eu puxarei a cadeira para você sentar, tirarei seu casaco, pagarei o jantar e a tratarei como uma rainha, na cama e fora dela.”

Spencer é um playboy, com um ego bem inflado. Ele se qualifica como bem-dotado, além de inteligente (sabe como usar seu instrumento – palavras dele, não minhas) em relação ao que se trata de conquistas. Spencer desenvolveu um aplicativo de namoro, que lhe rendeu alguns milhões e uma boa fama de “pegador”. Ele também é filho do dono de uma das maiores joalherias de New York, e, para ajudar seu pai a passar o legado da família adiante e passar a imagem de um rico bilionário que preza pela moral e os bons costumes, ele se enrola em uma mentira que depende muito da ajuda de sua melhor amiga.

“Com Charlotte eu posso ser simplesmente eu mesmo, e não tenho isso com mais ninguém.”

Charlotte uma moça inteligente e responsável, mas que vem sofrendo muito com as investidas do ex cafajeste que quer reatar o relacionamento com ela, mesmo depois de ser pego no flagra a traindo, relutantemente e mesmo prevendo que o plano de Spencer, pode dar muito errado, topa ajuda-lo.
 

“Ela está simplesmente arrasando! É a noiva de mentira feita sob medida pra mim.”

Os dois embarcam então em uma semana de ficção, eles afirmam que são noivos para impressionar o comprador da joalharia de seu pai.
Acontece que eles não estavam preparados para serem descobertos e muito menos para os sentimentos desconhecidos que acaba nascendo entre eles.

“Alguma coisa está acontecendo. Alguma coisa estranha, completamente desconhecido. Meu coração está falando uma língua que eu não compreendo, enquanto tenta me arrastar para Charlotte.”

Eu dei risada com o quão Spencer é convencido e no final constatei que ele nada mais é que um conquistador.
Claro que a autora escreve de maneira certa e objetiva, por isso fica muito a nos surpreender com o plot twist da história. Mas quem curte um hot meio clichê se deliciará com Big Rock. Pronto, chega de falar, já estou ficando redundante.
Dei 4 estrelas, porque consegui rir bastante.
Espero que vocês gostem e deixem-me saber a opinião de vocês.
Beeeijos
See ya!

 

 
Mazinha

Mazinha

Sou Mazinha, minha idade não importa, né? A alma é eterna KKKKK’ Moro em uma cidadezinha inexistente no mapa, sou viciada em Crepúsculo e todas as fanfics baseada nele, o que não quer dizer que a SM seja a minha autora da vida. Amo Romances e tenho me aventurado nos thrillers e segundo a Dani Fernandes eu adoro romance hot, só que nunca confirmei isso! Comecei a ler com 10 anos (vocês que lutem para fazer cálculos, eu sou de humanas).

Leia também

8 Comentários

  • Raquel Machado

    Oi,
    Tudo?
    Então, infelizmente o livro me perdeu já no primeiro quote que você colocou, não é que eu não goste de romances hot, eu leio e gosto de "alguns", mas infelizmente ele me lembrou o tal Sr Grey dos 50tons, falando um monte de palavrão e em seguida falando coisas românticas comigo isso infelizmente não cola.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

  • Carla

    Oie!
    Eu já li esse livro e adorei a história.
    A narrativa da autora é muito envolvente daquelas que não consegui parar. Confesso que estou bem curiosa para o próximo livro.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

  • Daiane

    Oie, tudo bem? Escutei bastante burburinhos sobre esse livro, mas essa é a primeira vez que leio uma resenha da obra. Ele não me despertou muito entusiasmo, mas gostei de saber que ele é divertido, e isso acaba valendo a pena. Gosto de romances, clichês ou não, se a autora souber levar a história, ela fica uma delícia, e também não tenho nada contra ao hot, gosto, à proposito, desde que não seja excessivo. Big Rock não é um livro que estava – e ainda não está – na minha lista de leitra, mas se surgir uma oportunidade, darei uma chance com certeza.

    Beijos!

  • Thayenne Carter

    Olá,

    Não sou muito de ler livros no hype por conta disso: as expectativas. Eu estou acompanhando vários comentários sobre o livro e não li uma resenha negativa, a sua é a primeira que leio que não é 100% positiva, o bom disso (ter uma opinião diferente das demais) é já sei o que esperar do livro.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

  • Gabrielly Marques

    Oiee, tudo bem? Gostei da resenha. Eu curto clichês, mas tenho que estar MUITO no clima para a leitura, e não é meu caso no momento. Não curti tanto a premissa de Big Rock, mas tem tanta gente lendo e falando bem que confesso ficar com uma pulguinha atrás da orelha para conferir também 🙂
    Beijos!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos