Resenha #94 Notas Suicidas de belas garotas – Lynn Weingarten @Plataforma21_

Título: Notas Suicidas de belas garotas
Autor (a): Lynn Weingarten 
Lançamento: 2017
Estante: SkoobGoodReads
Páginas: 328
Editora:  Plataforma21
Literatura: Estrangeira

Gênero:  Thriller, suspense. 


Estrelas: 3/5

Sinopse: June sempre foi solitária. Até conhecer Delia Cole no sexto ano do
colégio. Elas se tornaram inseparáveis, compartilhando a perda da
inocência e o florescer da malícia na adolescência. Para June,
não havia ninguém como sua melhor amiga. Delia era a garota mais bela do
mundo quando sorria, e incendiava aqueles que a rodeavam. Embora, às
vezes, se tornasse fria e sombria. As duas acreditavam que nada poderia
separá-las… até aquela estranha noite que as afastou por um ano – e
depois para sempre.Quando o vice-diretor da escola North Orchard
anuncia que Delia está morta, uma onda de angústia toma conta de June.
Dois dias antes, a amiga havia ligado para ela, mas June ignorou as
chamadas.Todos dizem que Delia ateara fogo no próprio corpo. Sua
melhor amiga havia se matado. June não consegue aceitar. Delia não
seria capaz disso. Ou seria? Então, quando bilhetes póstumos da amiga
começam a chegar, June se convence de que ela fora assassinada. Alguém
estava mentindo nessa história, e a lista de suspeitos é perturbadora.O que June fará quando toda a verdade vier à tona?

Delia é a melhor amiga de June, aquele tipo de amizade típica de adolescente, inseparáveis para ser mais exata. Porém algo acontece que as separa repentinamente.

Um ano depois do fato June recebe a noticia que Delia foi encontrada morta com indícios de suicídio. Segundo as evidencias a mesma teria ateado fogo no próprio corpo.


June fica chocada e custa acreditar no que ouve. Afinal Delia tinha muito medo de fogo, nunca chegava nem perto de chamas. Além disso se sente culpada por não ter atendido a ligação dela no dia anterior a sua morte. Mas existe algo estranho na mensagem que ela deixa pra June e conforme surgem algumas pessoas ligadas à Delia, ela tem certeza que sua amiga não se suicidou e sim, foi assassinada. Mas como? Como isso seria possível?

Notas suicidas de belas garotas tem tudo para ser um thriller cheio de suspense que te intriga do início ao fim. O livro em alguns capítulos é narrado por June em primeira pessoa  no presente, já em outros, em terceira pessoa contando o passado das garotas, em como se conheceram e como acabaram se separando. Podemos perceber que Delia era um tipo de garota com sérios problemas psicológicos, era atirada, não se importava com as consequências de seus atos e pagava tudo e todos, e usava tudo e todos, literalmente. Já June era mais quieta na dela.

” Todo dia, milhares de pessoas morrem. Alguns sabem que pode estar chegando – estão doentes ou velhos, ou vivem perigosamente. Alguns não têm a menor ideia. Acordam e nem pensam que aquele vai ser o dia, porque é igual aos milhares que vieram e aos milhares que pensam que virão em seguida. Mas nenhum virá.”

O plot twist do livro acontece mais ou menos na metade do mesmo, a partir dai, o foco da história muda completamente.

Porém isso deixou a narrativa sem sentido. Todo leitor, pelo menos a maioria, gosta de ser instigado, contudo, gosta de que pelo menos no final aquilo faça sentido.

A ideia do livro é boa, posso até dizer, diferente. Todavia, me senti incomodada em inúmeras partes, desacordando dos personagens e querendo jogar um tijolo na cabeça de alguns. Outros até senti pena, quando era pra ter raiva.

Enquanto fiz a leitura pensei: ou esse livro vai ter um final extremamente surpreendente, ou vai ficar em aberto e deixar-me com várias duvidas, como já aconteceu em outros livros que li do gênero. Infelizmente, o final não foi nada surpreendente nem ao menos fez sentido, como eu já esperava não me decepcionei.

A autora tem uma escrita fluida, pois não se demora em descrições desnecessárias, e isso sem duvidas é o que ajuda  a concluir a leitura. Em algumas partes até consegue ser empolgante.

A diagramação do livro é bem “OK”, com uma capa que consegue incitar o leitor a respeito da história, além de páginas pardas e fonte agradáveis à leitura.

Não consigo não indicar a leitura. Pois quando não gosto de um livro tenho que contar tudo que não gostei nele. Porém, para não dar spoiler, digo apenas que não é o livro ideal pra quem quer grandes emoções. É bem mais ou menos. Digno de 3 estrelas

Leia também

10 Comentários

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos