Lançamentos @FaroEditorial: Dear Heart, Eu Odeio Você – J. Sterling

Você não sente nada? Culpa, dor ou remorso em seu
coração?

Como você consegue se afastar tão facilmente?

Dear Heart, Eu Odeio Você
romance da autora J. Sterling, já está em
pré-venda e chega às livrarias na próxima semana pela Faro Editorial.
O livro best-seller que vendeu mais de 500 mil
exemplares nos Estados Unidos, é mais um romance onde Jenn conta a história de uma mulher da “vida real” que
encontra o amor de sua vida de forma imprevisível.

Jules era viciada em
trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era
construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido.
Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia
espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De
repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como
fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de
quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu?
Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem
sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem
apostar no amor. 

Eu não planejei
sobre ele.
Ou para ele.
Ou qualquer coisa
que tinha a ver com Cal Donovan, de Boston.
Conhecê-lo tinha
sido uma surpresa total e absoluta, me deixando 100% desprevenida. Eu conheço
novas pessoas todos os dias na minha linha de trabalho e nenhuma delas me
afetou. Não era essa a maneira das coisas funcionarem? Você pode encontrar mil
pessoas e nenhuma delas significaria nada para você. Mas depois você encontra
aquela única pessoa e de repente eles significam tudo.
Eu era uma viciada
em trabalho confessa. Quando foi que fazer a sua prioridade número um se tornou
uma coisa tão horrível? Eu não estava inteiramente certa, mas eu aprendi bem
rápido depois da minha última separação que os homens não gostam de estar em segundo
lugar na lista de prioridades de uma mulher. E eles pareciam ser intimidados
por uma mulher motivada, chamando-me de coisas como “difícil de
lidar”, “desafiadora” e “difícil”. Ser solteira
parecia funcionar melhor para mim e eu não tinha planos de mudar meu status de
relacionamento tão cedo.
E então eu conheci
Cal…
E ele fodidamente
arruinou tudo.

Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos,
estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram
as nossas mentes e decidem apostar no amor.

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos