Resenha #185 Objetos Cortantes – Gillian Flynn @intrinseca

Título: Objetos Cortantes
Autor
(a)
: Guillian Flynn
Lançamento: 2015
Estante: Skoob
Páginas: 256
Editora: Intrínseca
Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Drama, Policial, Suspense, Mistério
Estrelas: 4,5/5

Objetos cortantes narra o
retorno da repórter Camille Preaker, recém-saída de um hospital psiquiátrico, à
sua cidade natal para investigar o brutal assassinato de uma menina e o
desaparecimento de outra. Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri,
oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a
meia-irmã que praticamente não conhece. Hospedada na casa da família, a
jornalista precisa lidar com as memórias difíceis de sua infância e
adolescência. E à medida que as investigações para elaborar sua matéria
avançam, Camille passa a desvendar segredos perturbadores, tão macabros quanto
os problemas que ela própria enfrenta.



Primeiro livro da Gillian Flynn. Autora do sucesso “Garota Exemplar”.


Logo no começo da leitura, vemos o chefe da Camille Preaker informando
a ela sobre o desaparecimento de uma menina em sua cidade natal. Onde, 1 ano
antes, houve o assassinato de uma outra garotinha. Curry vê esses dois casos
como um ótimo pretexto para que o jornal dele cresça na cidade em que atua.
Sendo assim, pede para que Preaker investigue esses casos e faça uma boa
matéria jornalística.

Na cidade onde Camille nasceu, ainda moram sua mãe (Adora),
sua meia-irmã mais nova (Amma) e o padrasto (Alan). Preaker nunca conheceu e
nem sabe quem é o seu pai. Sua irmã mais nova, Marian, faleceu bem nova e vimos
como Camille a amava e sente falta dela.

Todo
mundo tem um momento em que a vida sai dos trilhos. O meu foi quando Marian
morreu.


Assim que chega em Wind Gap,vamos ver o quão tóxica a cidade e
a família da Camille são para ela. A mãe, se recusa a aceitar as investigações
que a Camille faz, além de vermos que não existe nenhuma ternura entre as duas.
Adora só quer que a filha volta logo para sua vida e deixe a cidade em paz.
Amma é muito mimada pela família. Todos a tratam como uma
garotinha ingênua, mas pelas costas deles, ela é uma menina que usa drogas, álcool
, usa roupas curtas e é a “cabeça” do grupo das amigas.

‘Por quanto tempo teremos sua companhia, querida?’ ela diria. Significado: ‘Quando você vai embora?’


Camille tenta arrancar o máximo de informações possíveis de todos
os moradores e também do  Detetive
Richard, que está apoiando e investigando o caso com a polícia local de Wind
Gap. Mas é claro que Camille tem vários obstáculos pela frente. Afinal de
contas, sua mãe não quer que ela se meta nesse assunto e faz de tudo para
atrapalhar sua filha. O Detetive por sua vez, não quer passar nenhuma informação
para a jornalista.

Você
está sendo desrespeitosa e constrangedora. Pare, ou farei com que saia.


Preaker enfrenta os desafios de uma investigação pelo lado
jornalítico, sua família, além de enfrentar os seus próprios problemas com a
depressão e a auto-mutilação.

Eu me
corto, sabe? E pico, e fatio, e gravo e furo.


Adorei o livro. A ecrita é simples e de fácil compreensão. A
leitura é maravilhosa e super rápida, muito envolvente.

É um livro que considerei um pouco pesado por se tratar da “falta
de amor familiar”, auto-mutilação e morte/desaparecimento de crianças. Mas não
tenho o que reclamar dessa parte. Achei tudo muito bem estruturado.

Em
inglês a depressão é chamada é de blues, mas eu ficaria feliz em despertar para
um mundo azulado. Para mim, a depressão é amarelo-urina.
 


A única reclamação que tenho a fazer (e o fato de não dar 5
estrelas) é sobre o final do livro. Tudo acontece rápido demais. Em mais ou
menos 4 páginas (como li em e-book, não sei precisar o número de páginas), é
revelado tudo. Acho que poderia ser algo um pouco mais devagar e com um
suspense maior. Assim como foi ao longo do livro.

Eu fiquei em dúvida sobre duas pessoas, referente ao crime.
Uma delas realmente foi o assassino. Mas mesmo adivinhando, não me fez ficar
chateada ou achar previsível.

Ela
sabia que eu planejava dissecar o assassinato de sua filha, servi-lo em uma bandeja
para ser consumido por estranhos.

O livro tem uma louca reviravolta que eu realmente não
esperava ou imaginava.

Este livro foi adaptado para uma série, produzida e
distribuída pela HBO, que se chama Sharp
Objects
. Se você gostou do livro, vale a pena conferir a série. Mas
aconselho, ler o livro antes.

Me digam nos comentários as impressões sobre o livro. Vocês
conseguiram descobrir quem cometeu o crime?

Beijos e até a próxima 😊

Dani Fernandes

Dani Fernandes

Tenho 25 anos, sou estudante de Sistemas de Informação, mas amo o mundo do literário. Sou apaixonada por romances, mas ando me aventurando nas fantasias e suspenses.

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos