Resenha #230 Um Casamento Conveniente – Tessa Dare #EditoraGutenberg

Título: Um Casamento Conveniente
Autor (a): Tessa Dare
Estante: Skoob
Lançamento: 2019
Páginas: 256
Editora: Gutemberg
Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Romance histórico
Estrelas: 4/5

Sinopse: Com metade do rosto marcado e desfigurado pela guerra, não foi só a
aparência do Duque de Ashbury que sofreu mudanças: a rejeição e o olhar
de desprezo das pessoas mutilaram também o seu interior. E, já que
precisa viver às sombras da sociedade, ele decide que passará seus dias
perambulando por Londres durante a noite para assustar todos que
cruzarem seu caminho.

Mas o tempo passa, e em posse de um grande
título, o duque sabe que precisará cumprir o dever de conseguir um
herdeiro para seu ducado. Para isso, só existe uma regra: encontrar uma
mulher que aceite um casamento de conveniência, lhe dê um herdeiro e
desapareça de sua vida.

Quando Emma Gladstone, uma costureira,
aparece na casa de Ashbury para exigir o pagamento de uma dívida, ele vê
ali uma grande oportunidade de acordo e lhe faz a proposta de
casamento. Mas o duque deixa claro que, assim que Emma engravidar, ela
deverá partir para o interior e sumir para sempre.

Ele precisa
de um herdeiro. Ela precisa de um bom casamento. Os dois estão
dispostos a tudo, desde que não envolva seus corações. Mas será que o
amor cabe nas entrelinhas de um contrato?

Preciso começar essa resenha dizendo que eu não esperava muita coisa desse livro, não tinha expectativa nenhuma depois do último livro que eu li dessa autora que foi Como se livrar de um escândalo.
Mas a sinopse me chamou a atenção e eu li e gostei muito.

O livro começa com o Duque de Ashbury escrevendo aos seus advogados e solicitando uma esposa, e é quando a nossa mocinha Emma entra com um vestido de noiva (vestido da ex-noiva dele) bem diferente e exigindo a ele que fosse paga pelo trabalho que fez, Emma é costureira e fez todo o vestido.

Então Ash vê aí uma oportunidade, ele estava desesperado por uma esposa e ela por dinheiro, por que não unir o útil ao agradável?


“Ela estava usando um vestido de noiva. Ash olhou para o mordomo. Depois baixou os olhos para as palavras que tinha acabado de escrever. Então voltou-se para o mordomo de novo.
– Ora isso é assombroso. – Talvez seus advogados não fossem tão inúteis quanto ele pensava.”

 Eles fazem então um acordo, ela se casaria com ele e lhe dava um herdeiro e quando ela ficasse grávida ele a mandaria para o campo, em troca ela seria a duquesa.

O Duque tem um mal humor e é bem sarcástico, ele tem vários traumas devido a uma rejeição e suas cicatrizes (que não são poucas), ri muito com ele, até os criados fogem e temem dele.

” – O que não é mesmo? Talvez a falta de disposição para se tornar uma égua reprodutora. Eles saíram da calçada e atravessaram a rua.– Uma égua reprodutora. Hum. Não sei se desgosto dessa comparação. Se você fosse uma égua reprodutora, isso faria de mim o garanhão.”

Já Emma é uma moça simples, no começo ela não gosta muito da ideia, mas aos poucos vai se acostumando com o humor do mocinho e vai se apaixonando por ele lentamente, ela também tem seus traumas e problemas de confiança. Uma das melhores partes do livro são os diversos apelidos que Emma dá a Ash, é risada na certa.

” – Que tal “precioso” ? – Emma sugeriu.-Não-“Anjo”?– Deus, não.– Gordinho?Como resposta, ele acertou a peteca com tanta força que esta voou até a parede dos fundos, acertando a peruca empoada de um dos ancestrais dele.Ela comemorou.– Muito bem, meu anjo gordinho precioso.– Isso vai parar – ele disse – agora.”Eu quase me acabei de rir com os criados armando planos para eles ficarem juntos, era cada ideia louca que só lendo pra ver.

Outra coisa que gostei muito foram as amigas de Emma. Alexandra, Penny e Nicola elas são um grupo bem estranho, mas recebem Emma de braços abertos.

No decorrer da leitura podemos ver os traumas e medos dos mocinhos, mas com o passar do tempo e com a convivência sentimentos vão surgindo e eles se apaixonam, como em todo bom romance de época.
Só não dei 5 estrelas pois achei o final um pouco corrido e teve várias coisas não foram bem respondidas no livro. Mas indico muito a leitura, é ótimo e bom pra dar boas risadas.

Estou bem ansiosa para ler o próximo livro da série que vai contar a história da Alexandra, uma das amigas de Emma.

Até a próxima!

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo