Resenha #240
Corações Quebrados – Sofia Silva @EdValentina

Título: Corações Quebrados
Autor (a): Sofia Silva
Estante:Skoob
Lançamento: 2018
Páginas: 344
Editora: Valentina
Comprar:Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Romance
Estrelas: 4,5/5

Com mais de um milhão de leituras no Wattpad, chegará às livrarias brasileiras o segundo volume da Série QUEBRADOS.
CORAÇÕES QUEBRADOS aborda a depressão, o luto e a deficiência física.
Entre as dores da perda e a incapacidade de seguir em frente, Emília vive os seus dias numa clínica. Está estagnada. É nesse inferno pessoal que ela conhecerá Diogo, alguém que também foi vitimado por uma tragédia. Será que é possível dois corações quebrados encontrarem a felicidade?
Numa sociedade onde a nossa aparência continua a valer mais do que a essência, é difícil continuar a jornada da vida quando tudo nos é arrancado.
Passamos os dias a olhar a capa das pessoas. Julgamos sem compreender que nunca conheceremos totalmente uma história sem ler cada página. Sem compreender o seu início, meio e fim.
Duas pessoas fisicamente distantes.
Dois corações quebrados pela vida.
Dois sotaques que se misturam entre a dor, o riso e o amor.
Por isso, olhem sim a capa de cada pessoa, mas virem a página.

***

Corações quebrados é o segundo livro da série Quebrados, da autora portuguesa Sofia Silva. Para quem não a conhece, ela começou a fazer sucesso no wattpad e na Amazon com o livro Sorrisos quebrados, primeiro livro da série Quebrados, e foi então que a editora Valentina começou a publicar a série. Atualmente a série se encontra em seu quarto livro que está em pré-venda e será lançado na Bienal desse ano aqui no Rio de Janeiro.

Nesse clima de pré-bienal e pré-lançamento de livro eu resolvi reler Sorrisos Quebrados (que já tem resenha aqui no blog) e então ler Corações Quebrados e, no fim da leitura, eu só conseguia me perguntar porquê eu havia adiado tanto essa leitura?

***

Em Corações Quebrados iremos conhecer Emília, uma jovem que tinha um futuro brilhante pela frente, uma família que ela amava demais e um namorado que a amava, até sofrer uma acidente que mudou para sempre a sua vida e lhe tirou a vontade de viver.

Diogo é português, mora na cidade do Porto e após ir para a guerra, onde perdeu todos os seus amigos, ele já não é mais o mesmo homem alegre de sempre. Agora ele se fechou num casulo que quase ninguém consegue romper. Diogo gosta de escrever poesias, gosta de surfar, mas carrega em si muitos traumas.

É a partir daí que Leonardo, terapeuta de Diogo e seu melhor amigo, sugere que ele se comunique com uma paciente brasileira que também sofreu alguns traumas em sua vida. E é assim que Diogo acaba por conhecer Emília. A princípio, os dois ficam um pouco inseguros de contar sobre suas vidas, traumas e lembranças para um estranho, mas quando descobrem que eles moram longe um do outro e que não há a chance de se encontrarem pessoalmente eles relaxam e topam a conversa.

Porém, mesmo com toda relutância que Emília tem em falar sobre o acidente dela, Diogo acaba por se encantar por ela e, conforme eles continuam conversando e o tempo vai passando, eles se aproximam cada vez mais.

A Sofia tem um jeito único de escrever, que te conquista já no início do livro e a cada página, cada capítulo, você se vê mais e mais interessado em continuar a leitura até saber como o livro acaba e se nossos quebrados conseguirão ajudar um ao outro. Como sempre, ela escreveu com uma sensibilidade enorme sobre assuntos sérios, como a depressão, e nos presenteou com essa história linda e emocionante. E nos faz pensar sobre assuntos que geralmente não damos muito valor no dia a dia.

Mas, na minha opinião, o ponto alto do livro foi os irmãos Liefde e Cauê, que, além da história triste de abusos que os acompanha, nos faz perceber que as vezes precisamos apenas de um amigo que nos escute sem pedir nada em troca para curar alguns traumas e tristezas.

Eu recomendo esse livro para todos, pois essa é uma leitura necessária, cativante, com muitos ensinamentos e que nos toca em algum lugar da alma. E para quem mora no Rio e quer ter a chance de ter seu exemplar autografado, a Sofia Silva vem na Bienal esse ano!

Beijos e até a próxima!

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo