Resenha #243
The Wish Collector – Mia Sheridan

Título: The Wish Collector
Autora: Mia Sheridan
Lançamento: 2018
Estante: Skoob
Páginas: 468
Editora: Publicação Independente
Compra: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Romance, Fantasia, Mistério
Estrelas: 5/5

Nova Orleans, uma cidade de mistério e magia, de segredos e sonhos, e uma história encharcada de amor e do mais profundo sofrimento.
Quando a bailarina de ballet Clara Campbell chega a Nova Orleans, solitária e com saudades de casa, ela é imediatamente cativada pela história de Windisle Plantation e pelo trágico conto que se diz ter exalado além de seu portão. Diz a lenda que ele é abandonado por todas as almas vivas, mas para grande surpresa de Clara, não é um fantasma que ela ouve através da parede de pedra em torno da propriedade, mas um homem de carne e osso.Um estranho cicatrizado com uma dor mais profunda e mais escura do que as águas agitadas do rio Mississippi que corre ao lado de sua prisão auto-imposta.
O homem arruinado atrás do muro se esconde do mundo. A última coisa que ele espera é encontrar um amigo na garota altruísta que fala com ele através das rachaduras na rocha. A garota que continua voltando semana após semana.A garota que o faz desejar coisas de que há muito desistiu. A garota que atinge medo e esperança dentro de seu coração ferido. Mas não pode haver futuro para eles, nenhuma vida além de Windisle, pois ninguém sabe melhor do que ele que os monstros só vivem no escuro.

Wish Collector é a história de vergonha e triunfo, de solidão e amor, e o milagre de dois corações se conectando apesar das mais fortes barreiras entre eles.

Preciso começar essa resenha dizendo que tenho que ler mais livros da Mia Sheridan, adorei The Wish Collector e quero conhecer mais de suas obras, e que elas sejam tão incríveis como é esse livro.

A História começa com Jonah que era um cara bonito e um advogado de sucesso que está defendendo um caso que pode deixar ele mais popular ainda. Tudo o que sabemos é que a situação não acabou nada bem pra Jonah.

Oito anos se passam e o livro muda o foco para a bailarina recém chegada a Nova Orleans, Clara. O livro mostra ela se adaptando a cidade, e numa dessas ela começa a conversar com sua vizinha e descobre que a cidade tem uma lenda : A parede que chora, e várias pessoas colocam seus desejos lá.
Curiosa por causa do mistério da lenda, Clara vai atrás de informações sobre a propriedade Windisle. Lá ela  ela conhece Jonah, que está com metade do rosto deformado e vive isolado lá.

” – Eu ouço você respirando.
A respiração parou e Clara esperou um segundo, dois.
– Eu não quis dizer que você devia parar.
Depois de outro momento, um som alto de respiração pôde ser ouvido. Clara piscou.
-Quem é você? – ela perguntou, sem saber se esperava uma resposta ou não.
Por um longo momento não ouve resposta, ela estava prestes a tentar novamente quando uma voz masculina finalmente disse:
-Meu nome é Jonah. Qual o seu?”

 Ao mesmo tempo que a história de Clara e Jonah, é contada, também nos é mostrada a história de Angelina e John. É por causa deles a lenda da cidade, e quase todo o mistério do livro. Então é meio que duas histórias em um livro só.

Clara e Jonah passam boa parte do livro sem se verem, cada um do seu lado do muro. Jonah se sente muito culpado por tudo o que aconteceu com ele e seu irmão, e se isola. Ele não se acha bom o bastante. Por causa das visitas de Clara, ele começa a se apaixonar por ela, e começa a desejar coisas que acha nunca vai poder ter.

“Eu conheci essa garota através da parede. Eu nunca a vi, mas acho que poderia facilmente me apaixonar por ela.
Ele parou de repente. Seu coração bateu contra o peito e os sinos de alarme soaram em sua cabeça. Ridículo. Apaixonado?
Ele parecia patético, mesmo em sua própria maldita cabeça.”  

Já Clara vai aos poucos conhecendo Jonah e também se apaixona por ele, e ele muitas vezes a afasta por não se achar digno dela. Mas ela luta a todo custo por seu amor.

” – Pare – ela disse suavemente. – Eu quero estar perto de você também. Você não precisa me seguir anonimamente. Eu quero estar perto de você,”

 A cena em que eles se conhecem oficialmente é linda, só lendo pra saber.

Outra parte do mistério do livro é o que de fato aconteceu com Jonah, pra ele ficar deformado, e isso vamos descobrindo ao longo do livro. Também descobrimos que no caso que ele estava trabalhando ele foi usado como um peão pra uma coisa muito ruim.

O livro é uma mistura de Bela e a fera e, e o Fantasma da ópera, é muito lindo e emocionante, com um pouco de mistério e algumas histórias sobrenaturais, afinal a história se passa em Nova Orleans.

Espero que gostem!

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Instagram

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo