Kdrama: Level Up

12 Episódios | MBN | 2019 | MyDramaList | Viki

Frio e preciso, Ahn Dan Te (Sung Hoon), é o sensato diretor da Yoo Seong CRC, uma empresa especializada na reestruturação e salvação de empresas à beira do fracasso. Enviado para a Joybuster, uma empresa de jogos à beira da falência, Dan Te assume o papel de CEO e não perde tempo em tentar recuperar a empresa.
Como chefe de desenvolvimento de jogos da Joybuster, Shin Yeon Hwa (Han Bo Reum) se junta a seu novo CEO, na tentativa de salvar sua agonizante empresa. Encarregada de desenvolver um novo jogo que satisfaça todas as exigências de Dan Te, Yeon Hwa logo se vê oscilando entre ter um colapso nervoso e cometer um assassinato.
Discordando completamente um do outro, Yeon Hwa e Dan Te parecem nunca parar de brigar; mas todos sabem que os opostos sempre encontram uma maneira de se atrair. Será que o impassível chefe, sem nenhuma emoção, e a esquentadinha desenvolvedora de jogos realmente vão encontrar o amor, dado que não conseguem sequer concordar em uma maneira de salvar sua empresa que está morrendo?

Fonte: Viki

Level Up é uma drama de comédia romântica que é mais comédia do que romântica. Fiquei muito ansiosa para assistir e acabei criando muitas expectativas. Ele é um bom drama para passar o tempo, mas tive a impressão de que acabou antes do que deveria.

★★★

Shin Yeon Hwa, nossa protagonista, tem muita paixão pelo seu trabalho como desenvolvedora de jogos na Joybuster. Por causa de um vídeo promocional que o primeiro CEO fez ela ficou com uma fama ruim entre os acionistas da empresa, o que casou várias cenas constrangedoras e divertidas.


Com a empresa a beira da falência o primeiro CEO é obrigado a sair de cena e passar a administração para Ahn Dan Te, um especialista em tirar empresas do buraco em pouco tempo. Com a mudança, vários funcionários optaram pela demissão e os que restaram foram trocados de cargos, assim Shin Yeon Hwa se tornou líder da sua equipe. Um cargo em que precisa ficar próxima do novo CEO.

Um novo cargo, com mais responsabilidades, falta de funcionários, um novo e exigente CEO, Yeon Hwa fica um pouco surtada, sempre batendo de frente com Dan Te.


Ahn Dan Te é excelente no que faz, e sabe disso, mas tenta evitar a Joybuster por ser uma empresa de jogos, o que lhe traz recordações ruins da sua infância. Ele, como todo bom CEO, é durão mas tem seu lado sensível e protetor que tenta esconder.

Ele perdeu sua mãe muito cedo e nunca aceitou o segundo casamento de seu pai, e se recusa a ter qualquer relacionamento com seu meio-irmão Kim Hoon.

[Sabe gente, o Kim Hoon é meio chato no começo mas vira um fofo depois que se junta com a doidinha da Sang Mi para se tornarem youtubers. A relação dos dois irmãos foi uma das melhores coisas do drama].

Como já era de se esperar temos aqui um quadrado amoroso meio torto. Bae Ya Chae é apaixonada por Dan Te, mas ele a despreza tanto que chega a dar dó. [Ela não precisava disso, é CEO de uma empresa top, trabalhando com celebridades, é bonita, rica e pode escolher a dedo o homem que quiser, mas o amor é cego né].


No outro lado desse quadrado temos o novato Kwak Han Cheol, que gostou da Shin Yeon Hwa assim que a viu, e com o tempo foi gostando cada vez mais.[Ele deveria ser o carinha fofo que faz a gente shippar errado mas eu achei ele muito bobo e sem graça]. Trabalha ao lado do Dan Te, ele é um bom rapaz, honesto e esforçado mas muito tímido para declarar o seu amor.


Park Gil Woo, é um cara a parte, ele trabalha junto com Dan Te e Kwak Han Cheol na Yoo Seong CRC, aliás é filho do Presidente. É um bom amigo para Dan Te [e meu personagem favorito]. É bem humorado e responsável por várias confusões no drama. Ele se apaixona pela amiga da Shin Yeon Hwa e não descansa até conseguir conquistá-la.


★★★

Considerações finais, desabafo e um possível spoiler

Esse drama obviamente é clichê, eu amo dramas clichês, mas ele deixou muito a desejar. Ele é bom e tem várias cenas divertidas, mas na parte do romance é fraco. Logo que assisti o primeiro episódio gostei e já comecei a maratonar, mesmo sem todos os episódios disponíveis. Foi muito bom até a metade, chegou naquela cena do beijo (que demorou né, vocês sabem como é) e eu pensei “Agora esse romance decola” mas não foi assim. Esse casal não tinha química, pareciam dois estranhos, até o “eu te amo” pareceu forçado e inadequado.

A impressão que tive foi que precisaram terminar o drama logo e apressaram as coisas, porque o drama desandou mesmo, foi bem chato isso. Pra ficar bom precisaria de mais episódios, para ter tempo do amor entre eles desenvolver e quem sabe esse romance ficasse um pouco mais… romântico.

Quando eu acho o drama muito chato eu abandono, sem dó, mas se cheguei até o final foi por um fio de esperança, já que gostei da primeira metade. Mas o que valeu ter assistido foi pelo Park Gil Woo e pelas cenas entre o Dan Te com seu meio-irmão Kim Hoon.

Se você leu até aqui, obrigada 🙂 e desculpa ter te desanimado um pouquinho de ver esse dorama. Para servir de consolo assista a cena do primeiro beijo que me iludiu entre nossos protagonistas.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo