RESENHA #252 A Evolução de Mara Dyer @galerarecord

Título: A Evolução de Mara Dyer
Autor (a): Michelle Hodkin
Lançamento: 2014
Páginas: 458
Editora: Galera Record
Literatura: Internacional
Gênero: Fantasia, Suspense, Young Adult
Estrelas: 4/5


Segundo volume da trilogia best-seller do New York Times. As misteriosas e perigosas habilidades de Mara continuam a evoluir. Ela sabe que não está louca e agora precisa se prender desesperadamente à sanidade. Mara sabe que é tudo real: pode matar com um simples pensamento, assim como Noah pode curar com apenas um toque e que Jude, o ex-namorado morto por ela, está realmente de volta. Mas para descobrir suas intenções, deve evitar uma internação em um hospital psiquiátrico. Confusa com as paredes se fechando e ruindo ao seu redor, ela deve aprender a usar seu poder.

Este é o Segundo volume da trilogia Mara Dyer. A resenha contém spoilers do Primeiro volume: A Desconstrução de Mara Dyer.

O primeiro livro termina com Mara Dyer dando de cara com seu ex namorado, que estava morto. Jude estava na mesma delegacia em que Mara foi falar para os policiais que ela é perigosa para o sociedade.

O que ela não esperava é que após ir a delegacia, não estaria presa, mas sim internada na ala psiquiátrica.


Fiz algo corajoso então. Ou idiota. Ás vezes é dificil ver a diferença.

O único que realmente acredita que ela viu Jude, é Noah.

A família de Mara Dyer quer afastá-la do seu amor pois acha que o retrocesso psicológico dela é por causa do Noah.

Apesar disso, os dois tentam achar algumas respostas sobre o não falecimento do Jude e também para as alucinações de Mara, que ficaram muito mais frequentes.


Eu não tinha certeza de como conseguiria ficar sã enquanto ouvia constantemente que sou louca.

Além disso, acontecem algumas coisas muitos misteriosas que tem a ver com o passado da nossa protagonista.

Por conta da sua instabilidade psicológica, ela terá que participar de um grupo de apoio em um hospital psiquiátrico chamado Horizontes. Aonde ela reencontra seu amigo Jamie.

Mas será que esse lugar fará com que ela melhore ou só piore?


Mas ninguém podia me proteger de mim mesma.

Esse livro me deixou muito mais animada para concluir a série. Fiquei com muitas perguntas e espero que elas sejam repondidas no último livro da trilogia.

A todo momento, fiquei me perguntando por que os pais da Mara Dyer agem daquele jeito. A única pessoa que parece que a entende e a ajuda é o irmão Daniel.

Noah nesse livro está muito misterioso e tiveram momentos que até senti raiva do coitado. Mas  acabei entendendo que era por um bom motivo. Pelo menos parecia ser.


Estou apaixonado por você, Mara. Eu amo você. Não importa o que faça.

Lembram da cena do sequestro do irmãozinho da Mara? Pois é, algo sobre isso é revelado nesse livro.

Vocês gostaram desse livro? Estão gostando da trilogia?

Beijos e até mais!

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo