Lançamentos de Agosto da @FaroEditorial

Nesse mês de Agosto a Faro Editorial lança dois livros de não ficção, um sobre a evolução da engenharia genética e outro, uma luta antiga, sobre o racismo. Continue lendo o post para mais detalhes desses livros.

Hackeando Darwin

Considerado como o próximo “Sapiens” e focado no futuro, o livro fala sobre a exploração inovadora das muitas maneiras em que a engenharia genética irá agitar as bases fundamentais de nossas vidas – sexo, guerra, amor e morte.

Você aceitaria um avanço científico que proporcionasse mais saúde e talento aos seus descendentes?

Após 3,8 bilhões de anos, a humanidade está prestes a começar a evoluir com novas regras… uma revolução futurista vai sacudir os
fundamentos de nossa vida: sexo, amor e morte. Nosso DNA está se tornando tão legível e rastreável que será possível hackeá-lo como qualquer dado ou informação tecnológica. Mas tudo tem seu preço… as escolhas que faremos hoje serão a diferença entre realizar avanços impressionantes ou uma corrida genética perigosa e, potencialmente, mortal.

Este livro é um convite para entrar nos laboratórios onde os cientistas estão transformando ficção científica em realidade. Olhe para um futuro em que nossas questões éticas serão desafiadas de modo quase irreal, e a própria essência do que significa ser humano estará em
transformação.

Em uma década vamos projetar nossos filhos, prolongar nossa expectativa de vida, recriar os mundos vegetal e animal… Parece fantasia? Com este livro não restará dúvidas de que você fará muitas destas escolhas.

Porque não podemos esperar

A Faro Editorial lança este mês o clássico de Martin Luther King, um dos mais importantes nomes na luta pela igualdade racial no mundo, e que se fez ressoar em todo o planeta. Trata-se de importante documento para entender as raízes do racismo e seus efeitos nas sociedades.

É importante entender a história que está sendo feita hoje, porque ainda há mais por vir, porque a sociedade americana está perplexa com o espetáculo do negro em revolta, porque as dimensões são vastas e as implicações profundas.

PALAVRAS PROFERIDAS EM 1964…

Em 1963, no Alabama, talvez o estado com maior segregação racial nos Estados Unidos, uma campanha lançada por Martin Luther King demonstrou ao mundo o poder da ação não-violenta.

Neste livro, lançado em 1964, o vencedor do Prêmio Nobel da Paz narra esses eventos, traçando a história da luta pelos Direitos Civis nos últimos três séculos mas olhando para o futuro, avaliando o trabalho que precisava ser feito para a igualdade de direitos e oportunidades aos negros e a seus descendentes.

Trata-se de uma análise eloquente dos fatos e pressões que impulsionaram o movimento dos Direitos Civis até as marchas públicas que tomaram as ruas naquela época e inspiram as de nosso tempo.

Mais de cinco décadas após sua morte, as palavras de Luther King se mostram atuais para o mundo. No livro, o autor descreve os acontecimentos cruciais que impulsionaram a campanha pela justiça racial, oriunda de um movimento nascido em balcões de lanchonetes e reuniões de igreja, mas que se fez ressoar em todo o planeta.

Por que não podemos esperar é um manifesto único, um testemunho histórico e também um alerta.

A INJUSTIÇA NUM LUGAR QUALQUER É UMA AMEAÇA À JUSTIÇA EM TODO O LUGAR.

MARTIN LUTHER KING JR.

Dani Ella

Dani Ella

Meu nome é Daniela, sou paulista, e tenho 28 anos, mas no meu coração ainda sou uma criança que ama comer doces e passear de bicicleta por aí. Me apaixonei pelos livros na infância, com gibis e livros ilustrados. Já li de tudo mas sempre preferi os chick-lits.

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Arquivos