Resenha #262 Série After – Anna Todd @EditoraParalela

Título: Série After
Autor: Anna Todd
Lançamento: 2014 – 2016
Estante: Skoob
Páginas:
Editora: Paralela
Comprar: Amazon: After 1After 6. Before
Literatura: Estrageira
Gênero:
New Adult, Ficção, Romance
Estrelas:
3 / 5

After segue a história de autodescoberta e despertar sexual de Tessa Young, uma estudante de 18 anos, que sai de casa onde mora com a mãe, uma mulher autoritária e preconceituosa, para iniciar os seus estudos na universidade de Washington. Até então, sua vida se resumia a estudar e ir ao cinema com o seu namorado doce e recatado Noah, que conheceu ainda criança. Logo no primeiro dia, Tessa conhece a sua colega de quarto, Steph, quem é o oposto dela, uma garota punk que adora festas e que anda com um grupo de amigos que são como ela. E um desses amigos, é Hardin Scott um jovem britânico rude e tatuado que implica com Tessa e seu jeito de garota certinha. Rápida e inesperadamente, Tessa e Hardin se envolvem, e ela, que ainda era virgem, vê sua sexualidade aflorar, e os dois começam um relacionamento intenso e turbulento. Mas Tessa, logo descobre que Hardin possui um passado repleto de fantasmas e Tessa colocará em dúvida tudo o que sempre soube sobre a vida.

**ML**

Resolvi fazer um Review completo de After – a série em um único POST por muitos motivos. O primeiro deles é que não há necessidade de uma divisão. Segundo, os livros são complementares e terceiro que eu não sei o porquê de 6 livros, sendo que, 3 já teriam resolvido tudo.
Como todo mundo já sabe, a trama gira em torno do relacionamento conturbado de Tessa e Hardin, que se conhecem logo no primeiro dia que a jovem chega a universidade.
Hardin é bad boy, mal encarado, tatuado e já inspira problemas. Tessa aparenta ser pacata, sensível, ter a vida perfeita e é virgem.
São muitos pontos até então comum entre os new adults que estamos acostumados a ler, não é mesmo? Só que em After – a série – a autora dividiu os clímax entre os livros para gerar curiosidade e foi revelando aos poucos o que fez Hardin ser o que é. Um jovem com auto aversão ao mundo, ele odeia tudo e todos. Um ódio muitas vezes irracional que ele foca muito na pobre da Tessa.
Claro que no decorrer da leitura – de toda a série -, a gente descobre seus motivos, porém, eu não vejo justificativa. Mas é minha opinião, eu vinha adiando essa leitura fazem alguns anos e depois do hyper do filme eu quis deixar bem mais longe na lista mesmo. Porém, a ressaca bateu e eu precisei de um livro diferente para voltar ao ritmo de leitura.
Escolhi After por pura curiosidade depois que eu vi uma tirinha/meme no Instagram. A princípio eu já não gostei da mãe da Tessa e muito menos da Tessa – desculpe aí os #teamTessa – mas que menina passiva! Continuando, em After 1 nós somos apresentados aos personagens e temos uns relances do quão conturbados os jovens dessa série são. Tem gente que morre de amores por meninos com distúrbios de comportamentos tipo Hardin e eu me acho uma alienígena com opinião extremamente contrária. Sério, ele é grosso, mesquinho, egoísta e torturador psicológico, o tipo de homem abusivo que a gente vem na luta pra evitar nos tempos atuais. Isso tudo só no primeiro livro. Daí vem o grande clímax da história que, pra mim, ser revelada nos 47 minutos para o final do livro foi uma jogada muito perplexa da autora.
Só falei mal da série até agora, certo?
Na verdade eu nem sei se tenho algo realmente bom a falar sobre todos os livros, obviamente que entre os livros Depois da Verdade, Depois do Desencontro, Depois da Esperança e Depois da Promessa a gente chega a um senso de por onde e qual era o objetivo da autora. Apesar de achar o 5° livro totalmente confuso, sem explicação e incoerente. Sem sentido total! Eis que repetirei, não havia necessidade de 6 livros nessa série, 3 já resolveriam tudo.
Mas ainda veio Before – a história de Hardin antes de Tessa, que pra mim seria um manual de explicação do cérebro dele, o que não acontece. Ele conta, ou tenta contar, como eram os “relacionamentos” antes da Tessa. Conta como foi jogar com os sentimentos das outras meninas com quem se envolveu, mas daí, quando achei que ele ia desvendar toda porcaria que acontecia quando ele era um homem sem alma com a Tessa dele, o livro acabou e eu não entendi foi nada.
Enfim, eu não contei quais os porquês dos distúrbios comportamentais do Hardin, que de certa forma são transferidos para Tessa, mas dois livros bastante conhecidos são referentes a essa história: O Morro dos Ventos Uivantes e Orgulho e Preconceito, além é claro, agora é a hora que eu sou a estraga ilusões e conto que After é derivada de fanfic twilight sim! Hardin era Edward Cullen antes de ser Harry Styler no wattpad. E a senhora Anna Todd nega, mas eu cheguei a ler os primeiros capítulos da fanfic há alguns anos e ela era integrante do fandom twilight.
Acho que já deixei clara a minha ‘crítica’ sobre essa série, não posso dar uma nota superior do que 3 a trama, mas parabenizo a Editora Paralela pela revisão, diagramação, sem contar que gosto bastante das capas.
No mais, se vocês curtem uma mistura de Christian Grey revoltado com Travis Maddox brigão e um cadinho abusivo, tá aí uma combinação perfeita na sua leitura, sem contar as semelhanças com Elizabeth, Darcy, Heath, Cath, Bella e Edward. É isso, fiquem a vontade e me digam suas opiniões.

Mazinha

Mazinha

Sou Mazinha, minha idade não importa, né? A alma é eterna KKKKK' Moro em uma cidadezinha inexistente no mapa, sou viciada em Crepúsculo e todas as fanfics baseada nele, o que não quer dizer que a SM seja a minha autora da vida. Amo Romances e tenho me aventurado nos thrillers e segundo a Dani Fernandes eu adoro romance hot, só que nunca confirmei isso! Comecei a ler com 10 anos (vocês que lutem para fazer cálculos, eu sou de humanas).

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Categorias

Editora Parceira

Aliança de Blogueiros

Arquivo