Resenha #300 Grey – E. L. James @intrinseca

Título: Grey
Autor: E. L. James
Lançamento: 2015
Estante: Skoob
Páginas: 582
Editora: Intrínseca
Comprar: Amazon
Literatura: Internacional
Gênero: Romance, Hot
Estrelas: 4/5

Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo.

Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.

Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?

A série de livros Cinquenta Tons de Cinza fez muito sucesso em vários países do mundo. Mas além da série principal, protagonizada por Ana e Christian, contando a versão dos fatos no ponto de vista feminino, também temos o primeiro livro contado pela versão do rico e gostosão Christian Grey.

Essa versão que conta o ponto de vista do Christian se chama Grey . É cheio de detalhes e novidades, o que faz com que a leitura não seja apenas uma releitura do primeiro livro da trilogia principal.

Nesse livro, veremos qual foi o impacto que Ana fez na vida do Christian a partir do momento em que ela entra em seu escritório até o momento em que ela a deixa.

Eu a quero.
Ela por inteiro.
Seu corpo e sua alma.
Eu quero que ela seja minha.

Apesar de em Cinquenta Tons de Cinza, o protagonista masculino parecer ser super seguro de si, em Grey vemos que a história é outra e ele morre de medo de perder Ana, tendo em vista que ela deixa várias pulgas atrás da orelha dele. Ana é completamente diferente de todas as suas ex submissas.

Então é ai que vemos um Christian Grey super inseguro e tentando lidar com tudo isso com seu terapeuta Dr. Flynn.

Eu gostei muito de Cinquenta Tons de Cinza e fiquei muito contente ao saber dessa nova versão do livro, contado sobre o olhar masculino.

A gente consegue perceber logo de cara o porquê do Christian ser do jeito que ele é, super controlador e também podemos perceber quando ele começa a gostar da Ana e o impacto que ela tem na vida dele.

Eu nunca senti esse desejo, essa…. fome antes. É um sentimento novo, novo e luminoso. Eu espero tanto dela: sua confiança, sua obediência, sua submissão. Eu quero que ela seja minha, mas nesse exato momento… eu sou dela.

Por mais que tenha uma nova trilogia, contando um novo ponto de vista, acredito que daria para fazer o mesmo (mostrar os diferentes pontos de vista) nos livros da trilogia principal.

Acredito que E. L. James não sabia a repercussão que o livro teria e por isso fez um novo com um olhar diferente.

Esse livro nos faz reviver as emoções vividas antes, o que me ajudou a matar a saudade que eu tinha.

Vocês já leram esse livro ou pretendem ler ?

Beijos e até mais 🙂

Dani Fernandes

Dani Fernandes

Tenho 25 anos, sou estudante de Sistemas de Informação, mas amo o mundo do literário. Sou apaixonada por romances, mas ando me aventurando nas fantasias e suspenses.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

Arquivos