Resenha #303 Onde Cantam Os Pássaros – Evie Wyld @DarkSideBooks

Resenha #303 Onde Cantam Os Pássaros – Evie Wyld @DarkSideBooks

Título: Onde Cantam os Pássaros
Autor: Evie Wyld
Lançamento: 2015
Estante: Skoob
Páginas: 256
Editora: DarkSide Books
Comprar: Amazon
Literatura: Internacional
Gênero: Fantasia, Romance
Estrelas: 3,5/5

No premiado romance de Evie Wyld, a fazendeira Jake White leva uma vida simples numa ilha inglesa. Suas únicas companhias são rochedos, a chuva incessante, suas ovelhas e um cachorro, que atende pelo nome de Cão. Tendo escolhido a solidão por vontade própria, Jake precisa lidar com acontecimentos recentes que põem em dúvida o quanto ela realmente está sozinha – e o quanto estará segura. De tempos em tempos, uma de suas ovelhas aparece morta, o que pode ser muito bem obra das raposas que habitam a floresta próxima à sua fazenda. Ou de algo pior. Rumores sobre uma fera, um menino perdido, um homem estranho e fantasmas do seu próprio passado atormentam a vida de uma mulher que sonha com a redenção. Com uma prosa verdadeiramente excepcional, o estilo da autora reúne tanto clareza como substância e apresenta uma personagem trágica, inesquecível, enigmática, assombrada por um passado inescapável. Uma mulher forte, ainda que tão passível de falhas, erros e equívocos como todos nós. É uma história de culpa, perda e o poder do perdão e solidão e sobrevivência. Uma escrita visceral onde sentimos a presença de tudo, os odores, o tempo, o vento. Nada passa desapercebido.

***

Não sei vocês, mas eu sou uma pessoa acumuladora de livros. Isso pode ser um pouco estranho se levarmos em consideração que eu sou uma leitora assídua, ou não teria como escrever resenha para você toda semana, mas eu explicarei o que quis dizer. Eu tenho o hábito de comprar muitos livros e, na maioria das vezes, acabo não lendo. E esse ano eu tomei como meta pessoal tentar ler o máximo desses livros que estão encalhados na minha estante. Então, a resenha de hoje é de um desses livros encalhados aqui em casa.

Eu comprei esse livro na época do lançamento, lembro que enchi o saco da minha mãe para que ela me desse um exemplar de presente, porém, quando consegui convencer ela e finalmente ganhar o livro, nunca fiz a leitura. Isso até semana passada quando finalmente olhei para ele e pensei “chegou seu momento!”.

Onde Cantam os Pássaros é uma leitura bem diferente de todas que eu já fiz. A autora nos entrega uma história com uma narrativa não linear e que inicialmente, para leitores mais desatentos, pode ser bem estranha. E eu confesso que demorei um pouco para pegar a manha da leitura e começar a realmente apreciá-la.

O livro conta a história de Jake White, uma mulher misteriosa que mora sozinha numa fazenda e é pastora de ovelhas. Ela está tentando descobrir o que ou quem esta matando suas ovelhas. As ovelhas estão sendo mutiladas e mortas com muita crueldade e isso acaba fazendo com que Jake se lembre de coisas em seu passado que deveriam ser esquecidas para sempre e o medo de que tudo volte e venha a tona surge. Entrelaçada a esse mistério, temos um olhar sobre o passado de Jake e como ela chegou até o momento presente.

Já no início descobrimos parte do que aconteceu no passado de Jake que a deixou com medo do que pode estar matando suas ovelhas, porém a narrativa do livro é bem diferente do usual e o passado é contado de forma decrescente. E, apesar de fluida e bem simples, esse estilo de narraiva pode ser confusa a princípio, sendo difícil se situar o que é passado e o que é presente. As lembranças mais profundas só são descobertas no fim do livro.

O nome do livro é dado em referência ao local onde Jake nasceu, a Austrália, onde há diversas espécie de pássaros e em suas memórias sempre há uma ave cantando. O livro aborda temas pesados, como prostituição, abuso, violência, sexo e drogas. A autora aborda esses temas de maneira real e sem romantizar o assunto.

Alguns personagens são importantes para a história de Jake, porém eles não são tão aprofundados assim e entre esses personagens estão Loyd, Otto, Cão e as ovelhas. Outro ponto do livro é que temos um vislumbre de como é a vida de uma fazenda de ovelhas e de como se cuida de um rebanho. Além de aprendermos também uma coisa ou outra sobre a Austrália.

O livro, apesar de me deixar um pouco confusa no começo por causa de sua narrativa, tem uma história que nos prende já no início e ficamos curiosos para descobrir o que ou quem está matando as ovelhas. E inicialmente pode ser qualquer coisa ou pessoa. Um bicho, um vizinho, alguma das crianças da vizinhança ou até mesmo alguém do passado de Jake.

Entretanto, conforme vamos conhecendo o passado dela, mais o fato de que algo está acontecendo com as ovelhas fica de lado e a trama principal passa a ser o que realmente houve com Jake quando ela morava em sua terra natal. E, por conta dessa mudança na trama, o final do livro acaba sendo um pouco decepcionante e o leitor termina se perguntando o que realmente aconteceu com as ovelhas. A história é boa e te prende, mas eu esperava mais do final, o que não aconteceu e alguns mistérios ficaram para a imaginação do leitor.

Eu recomendo o livro para quem quer uma leitura diferente e repleta de mistérios, com uma escrita real e personagens verdadeiramente humanos e que trate de temas relevantes sem romantização.

Beijos e até a próxima!

Bell

Bell

Sou Bell Paula, tenho 28 anos e sou Bacharel em química e estudante de Tecnologia de Processos Químicos. A leitura está presente na minha vida desde criança, quando meus pais compravam para mim os gibis da Turma da Mônica, isso com meus 8 anos. Apaixonada por série que ninguém conhece, filmes clichês e músicas estranhas, tenho no manuscrito um lugar para falar das minhas leituras e compartilhar minha paixão. Amo livros de YA, romance e fantasia, mas adoro um bom clichê.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Agenda

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Parceiros