Resenha #341 Alice no Pais da Maravilhas – Lewis Carrol @faroeditorial

Resenha #341 Alice no Pais da Maravilhas – Lewis Carrol @faroeditorial






Título: Alice no País da Maravilhas
Autor: Lewis Carrol
Lançamento: 2020
Estante: Skoob
Páginas: 144
Editora: Faro Editorial
Comprar: Amazon
Literatura: Internacional
Gênero: Clássico, Infantil
Estrelas: 5/5

Com as ilustrações originais que deram vida aos personagens, explore o universo único criado por Lewis Carroll. Esta é a história sobre uma garotinha caindo de um buraco de coelho que se tornou a heroína mais popular da literatura inglesa. Enquanto Alice explora um mundo subterrâneo bizarro, ela encontra um elenco de personagens estranhos e fantasiosos: o apressado Coelho Branco, o Chapeleiro Maluco, o sorridente gato Cheshire, os gêmeos, a terrível Rainha de Copas e outras criaturas extraordinárias. Perca-se nesta aventura através dos olhos de Alice nesse maravilhoso mundo nonsense, repleto de significados criados por meio de sátiras, alegorias e metáforas, que escondem profundas revelações. Talvez Alice não seja mais que um sonho, um conto de fadas sobre os desafios e tribulações do crescer ― talvez seja a visão de que o mundo adulto parece estar de cabeça para baixo, quando visto pelos olhos de uma criança…

**Livro cedido em parceria com a editora**

A Faro Editorial lançou em setembro um dos meus livros favoritos da vida, Alice no Pais das Maravilhas e eu não poderia deixar de trazer para vocês a resenha dessa edição que eu já adianto que está belíssima.

Alice no Pais das Maravilhas, como todos devem saber, conta a história da pequena Alice que, numa tarde monótona, vê um coelho branco de olhos cor-de-rosa dizendo estar atrasado e resolve segui-lo caindo numa toca e entrando no País das Maravilhas. A partir daí a menina vive diversas aventuras no mundo subterrâneo, conhecendo diversas criaturas estranhas, como o Dodô, o gato risonho, a Lagarta, a Rainha de Copas, entre outros.

Alice achou tudo aquilo um absurdo, mas pareciam tão sérios que não teve coragem de rir e, como não sabia mais o que dizer, fez apenas a reverência e pegou o dedal da forma mais cerimoniosa que podia.

Lewis Carrol criou um universo repleto de magia que permeia pelo mundo imaginário de uma criança e trás diversas metáforas em suas entrelinhas. A escrita de Carrol nos leva de volta a mente infantil e trás uma sensação de nostalgia. Talvez por isso a obra seja um dos clássicos mais amados do mundo e que encanta gerações até hoje.

A Faro trouxe para essa edição as ilustrações originais de John Tenniel que confere a obra um primor maior ainda. Com uma diagramação que deixa a leitura confortável aos olhos e folhas amareladas, algo que os leitores mais velhos com toda certeza irão gostar, somado aos detalhes, destaques em vermelho e as ilustrações originais que agradarão os leitores mais novos, Alice no País das Maravilhas é uma obra para todas as idades e públicos.

Eu coleciono edições de Alice no País das Maravilhas, então tenho várias edições de vários estilos diferentes e várias editora, sendo assim eu posso dizer que essa edição da Faro é uma das mais bonitas que já foram lançadas no Brasil. As ilustrações em destaque no início de cada capítulo e durante o mesmo são bem peculiares, belíssimas e se encaixam perfeitamente com o texto, deixando tudo ainda mais encantador.

— Quem… é… você?… — Inquiriu a Lagarta. Alice respondeu: — Eu… Neste momento, não sei dizer muito bem, Senhora. Sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas creio que deva ter mudado várias vezes desde então.

A capa, com Alice caindo na toca do coelho e com os nome da obra em relevo dão um toque de charme a mais para a edição. E o livro traz também alguns poemas e paródias que, por vezes, parecem não ter nexo (visto que a obra é bem lúdica). Em algumas páginas temos notas de rodapé com informações sobre esses poemas.

Recomendo a todos que gostam de um bom clássico atemporal, com uma protagonista cativante e repleta de magia. Essa é uma obra que deixará nós, adultos, com uma sensação de notalgia e as crianças ficarão em busca de aventura!

Beijos e até a próxima!

Bell

Bell

Sou Bell Paula, tenho 28 anos e sou Bacharel em química e estudante de Tecnologia de Processos Químicos. A leitura está presente na minha vida desde criança, quando meus pais compravam para mim os gibis da Turma da Mônica, isso com meus 8 anos. Apaixonada por série que ninguém conhece, filmes clichês e músicas estranhas, tenho no manuscrito um lugar para falar das minhas leituras e compartilhar minha paixão. Amo livros de YA, romance e fantasia, mas adoro um bom clichê.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

Arquivos