Resenha #342 A Lista que mudou a minha vida – Oliva Beirne @Faroeditorial

Resenha #342 A Lista que mudou a minha vida – Oliva Beirne @Faroeditorial






Título: A Lista que Mudou Minha Vida
Autor (a): Olivia Beirne
Lançamento: 2020
Estante:Skoob
Páginas: 304
Editora: Faro Editorial
Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Chick-lit, Romance, Infantojuvenil
Estrelas: 5/5 ❤

Sinopse: Georgia adora ficar jogada no sofá após o trabalho vendo tv e bebendo vinho. O que ela não gosta: de altura, de olhar sua conta bancária, de ir a encontros ou de qualquer atividade física. E ela nunca (jamais) aceita correr riscos.
Bem, isso até sua irmã mais velha e muito mais corajosa descobrir uma doença, que a impossibilitará de completar a lista de tudo o que queria fazer até os trinta anos. Então, Georgia concorda em realizar aquelas aventuras.
Com uma série de experiências inusitadas em mãos e um prazo acelerado, já que o aniversário da irmã está chegando, nada poderia ser mais apavorante…
E quando ela vive momentos fora da sua zona de conforto um mundo novo surge. E nada poderia ser melhor. Enquanto a autora documenta, em tempo real o início da crise, somos capazes de identificar padrões e erros que estão sendo repetidos em todo o planeta.

Resenha feita em parceria com a editora.

Quem acompanha o Instagram do manuscrito já sabe como foi o meu processo de leitura desse livro, quem não acompanha, por favor, nos siga por lá @manuscritoliterario 😉.

Eu e Georgia tivemos alguns momentos controversos, mas em nenhum momento deixei de dizer que essa foi uma das leituras mais gostosinhas que fiz nos últimos tempos (nos últimos meses).

A Lista que Mudou Minha Vida é sem dúvida um livro típico de sessão da tarde. Aqui a gente acompanha a trajetória de Georgia, uma moça que vive à base de listas, ela não desgruda do seu caderninho, NUNCA.

“Mas como uma garota solteira há 2 anos, sei muito pouco sobre casamentos – e menos ainda sobre como organiza-los. Por exemplo, você precisa reservar o padre. Como assim? Achei que eles já estivessem lá.”


Ela possui um talento grandioso, mas ao mesmo tempo não consegue enxergar o seu valor e ela acaba vendo em sua irmã mais velha, a Amy, seu maior exemplo a ser seguido.

Infelizmente a vida de sua irmã sofre uma mudança brusca e tudo aquilo que Amy havia planejado alcançar torna-se um pouco distante. Uma doença degenerativa acaba por colocar um pouquinho de sofrimento a mais na vida de Georgia, é então que uma lista bem elaborada e super criativa, adaptada por Amy, torna-se o objetivo da vida de Georgia.

Tudo isso vem junto com como ela é tratada, e se deixa ser tratada na agência onde trabalha, por sua chefe.

Graças a pontos específicos da lista e um encontro às cegas no Tinder, a vida de Georgia começa a ter um sentido a mais e é nesse momento que a história passa a ser para lá de interessante.

“A mente controla a matéria […] Você é melhor do que pensa.”


****

Eu parei por aqui, não porque não tenha coisas a contar sobre o livro, minha resenha poderia ter umas 28 páginas e ainda sobraria história para contar.

Acontece que eu e Georgia passamos por muita coisa, a principal delas foi eu não aceitar o tanto que ela se lamentava sem necessidade. Claro que isso é opinião de uma leitora, eu leitora. Pois, não via o menor cabimento ela deixar muitas coisas para lá, sendo que era o caminho mais fácil a seguir.

No entanto, minha opinião sobre ela mudou um pouco no decorrer da história e eu acabei ficando muito amiga e cúmplice de tudo do que ela viveu.

“Os olhos de Amy estão brilhando intensamente para mim e meu corpo incha quando sei que meu desejo, girando na fumaça das velas do meu aniversário, está se tornando realidade.” 


Deixe-me dizer a vocês também que essa é uma história cheia de significados, além de trazer na trama a doença AME (Atrofia Muscular Espinhal), de uma forma construtiva e muito explicativa. A Lista que Mudou Minha Vida faz você enxergar o óbvio, aquilo que muitas vezes passa sem que percebamos e, principalmente, ao que não damos muito valor, que nesse caso é a solidariedade.

E não é só ser solidário com o próximo, é abraçar causas que muitas vezes nos compete e mesmo assim fingimos não nos importar, ou até mesmo não enxergamos o quão importante é.

Nunca tinha lido nada da Olívia Bernie, porém, acho que depois dessa trama ela com certeza entrou para o meu ranking de autores preferidos. Mesmo brigando com a Georgia no início da história, toda construção da trama foi absolutamente maravilhosa e manteve a promessa do algo a mais do final do livro.

“Este é o universo tentando me dizer que o Tinder é uma péssima ideia, como eu sempre soube que era? Talvez seja a maneira de o universo me dizer que eu não deveria estar saindo com ninguém.”

Sobre a Faro e a diagramação e as novas histórias que estão sendo trazidas e traduzidas para o Brasil, eu sou suspeita para falar. Não se trata apenas de uma resenha de parceria, essa é uma resenha também de ‘muito obrigado por me apresentar um livro tão construtivo’.

E sim! Eu favoritei e dei 5 estrelas muito bem dadas para esse livro. Acho que todo leitor que gosta de romance, que acha chick-lit um gênero interessante e principalmente que busca uma história que tenha e deixa algum significado na sua vida, deve ler A Lista que Mudou Minha Vida. Ele está mais do que recomendado.

Beijos, see ya!

Mazinha

Mazinha

Sou Mazinha, minha idade não importa, né? A alma é eterna KKKKK’ Moro em uma cidadezinha inexistente no mapa, sou viciada em Crepúsculo e todas as fanfics baseada nele, o que não quer dizer que a SM seja a minha autora da vida. Amo Romances e tenho me aventurado nos thrillers e segundo a Dani Fernandes eu adoro romance hot, só que nunca confirmei isso! Comecei a ler com 10 anos (vocês que lutem para fazer cálculos, eu sou de humanas).

Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

Arquivos