Resenha #345 Two Weeks Notice – Whitney G.

Resenha #345 Two Weeks Notice – Whitney G.







Título: Two Weeks Notice
Autor (a): Whitney G.
Lançamento: 2018
Estante:
Skoob
Páginas:
240
Editora:
WGW Books, LLC
Compra: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero:
Jovem adulto, Romance
Estrelas:
4/5

Sinopse: A quem possa interessar:
Eu estou escrevendo esta carta para anunciar formalmente minha demissão da Parker internacional (e do CEO arrogante e condescendente) daqui a duas semanas.
Esta foi uma decisão muito fácil de tomar, como nos últimos dois anos foram totalmente infelizes. Eu desejo a sua próxima assistente executiva toda a sorte do mundo (ela vai precisar disso) e se meu chefe deve precisar de mim nas próximas duas semanas, gentilmente diga que ele pode fazer isto [ele] mesmo …
Sinceramente (não realmente)
Tara Lauren
**
Essa é a minha versão do aviso prévio de duas semanas que eu devia ter mandado para meu chefe, porque a versão mais profissional..–aquela onde eu disse que estava “grato por todas as oportunidades,” e “honrado por todas as experiências gratificantes” ao longo dos anos?
Essa carta foi rejeitada com seu sexy, sorriso de marca e um “Eu sugiro que você leia as letras miúdas do seu contrato…”
Então eu fiz.
E agora eu percebi que, a não ser finja a minha morte, envenená-lo ou encontrar uma maneira de renegociar o meu impossível contrato , eu estou presa trabalhando sob um dos chefes mais cruel e charmoso em Nova York.
Então, novamente, eu pensei que era o caso até que ele me ligou ontem à noite com uma proposta de emergência…

Quem é que nunca sonhou em namorar com o chefe?


Com Tara as coisas também não foram diferentes. Infelizmente ela e Preston não se conheceram em uma boa situação, mas, a moça mesmo tendo que cumprir condições nada agradáveis, mostrou-se eficiente e soube muito bem como colocar o magnata – nada humorado – em seu lugar.

Preston Parker é o CEO de uma das redes de hotéis mais famosa de New York. Ele é exigente, burocrático, não admite erros e por esses e outros afins já trocou de assistente mais vezes o que se possa imaginar, em outras palavras, Preston é um idiota.

Vencedores nunca desistem e desistentes nunca ganham.


Tara Lauren tem um diploma de causar inveja, sua graduação foi conquistada com louvor, porém, a jovem não consegue arrumar um emprego. Morando em Nova York, tendo que manter um aluguel e comer, ela comete alguns pequenos erros como: ir participar dos cafés da manhã oferecidos aos hóspedes por hotéis 5 estrelas, como se ela fosse um dos hóspedes. Esse fato acaba dando errado quando, no dia da sua entrevista de emprego ela é descoberta pelo dono do hotel e a sua entrevista era com ele.


Cheia de atitudes e tentando a todo custo sair da situação inusitada sem parar atrás das grades, Tara acaba sendo contratada como assistente pessoal de Preston e isso não é uma grande conquista.


Infelizmente, além de muito rico e lindo, seu chefe é insuportavelmente arrogante, nunca conseguiu manter um assistente tempo suficiente por tratá-los de forma intolerante e só consegue fazer Tara ficar, porque era uma forma de não denunciá-la.

“Eu considerava Tara a coisa mais próxima que eu tinha de um amigo de verdade. Meu primeiro amigo de verdade. E em um nível profissional, eu honestamente senti que ela era mais como uma sócia na minha empresa do que uma assistente executiva.”


O tempo passa, e Tara realmente não aguenta mais o seu chefe. Ela também não consegue lidar muito bem com a atração que sente por ele. Então ela resolve escrever sua carta de demissão sem saber que, no seu contrato tinha uma cláusula onde ela teria que cumprir além do tempo de contrato mais duas semanas de aviso prévio.

E é nesse momento que as coisas começam a melhorar ou desmoronar entre os dois. Vamos lidar com um casal que estão super atraídos um pelo outro e ao mesmo tempo não sabem se comunicar sobre isso, a história passa a ter seus momentos mais engraçados e muita tensão sexual.

****

No começo dessa história eu não levei muita fé se iria ou não gostar do livro. Nunca tinha lido nada dessa autora, mesmo ela sendo famosa por ter outro livro já lançado aqui no Brasil, e fiquei com algum medo.

Ainda bem que eu sou teimosa, e como já disse, gosto de ler livros em inglês. Two Weeks Notice é um livro bastante clichê, é um livro hot, mas tem seu momento reflexivo e muito fofo.

“Você era minha mão direita, minha confidente… meu tudo.”


Claro que Preston faz jus à todos os CEOs que existem por aí no mundo literário e logo de cara é de testável, porém, ele acaba por ser um homem incrível e determinado no final das contas.

Tara também não caiu nos meus amores logo no início, achei ela submissa demais, só que isso mudou para melhor no decorrer do livro.


Acho que, quando essa história for traduzida para o Brasil, será uma das comédias românticas que mais encantará os leitores. Ela tem seus altos e baixos porém, não deixa de arrancar muitas gargalhadas e suspiros de quem lê.

Nunca tinha lido nada da autora Whitney G., apesar de ter outros livros dela, e achei a minha nota de 4 estrelinhas até bem alta para o meu primeiro contato com a escrita dela.


Este livro foi indicação da minha queridíssima Faby e espero que vocês curtam a minha resenha/indicação e corram para ler assim como eu fiz.


Beijos, see ya!

Mazinha

Mazinha

Sou Mazinha, minha idade não importa, né? A alma é eterna KKKKK’ Moro em uma cidadezinha inexistente no mapa, sou viciada em Crepúsculo e todas as fanfics baseada nele, o que não quer dizer que a SM seja a minha autora da vida. Amo Romances e tenho me aventurado nos thrillers e segundo a Dani Fernandes eu adoro romance hot, só que nunca confirmei isso! Comecei a ler com 10 anos (vocês que lutem para fazer cálculos, eu sou de humanas).

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *