Resenha #357 O Plano Perfeito para dar Errado – Cameron Lund @FaroEditorial

Resenha #357 O Plano Perfeito para dar Errado – Cameron Lund @FaroEditorial






Título: O Plano Perfeito para dar Errado
Autor: Cameron Lund
Lançamento: 2020
Estante: Skoob
Páginas: 304
Editora: Faro Editorial
Comprar: Amazon
Literatura: Internacional
Gênero: Romance, Ficção, YA
Estrelas: 4/5

Resenha feita em parceria com a editora.

“Para quem não está pronto ou sente que está ficando para trás. Lembre-se, não é uma corrida.”

Terminar o ensino médio e entrar em uma universidade já tem um peso muito grande na vida de um jovem, imagine esse conjunto e acrescente ser virgem aos 18 anos.
É nessa jornada que nós iniciamos O Plano perfeito para dar errado.

Keely é, ou imagina ser, a última das adolescentes da sua escola que ainda é virgem. Todos ao seu redor, inclusive o seu melhor amigo, já passaram dessa fase e para piorar sua situação nenhum dos caras da sua escola apresenta ter algum interesse por ela. E essa situação acaba por ter um peso muito grande em sua autoestima e na sua ansiedade, ela se acha insignificante e pouco bonita.

“Amor é quando sua esquisitice combina com a esquisitice de outra pessoa. Quando você se sente à vontade sendo exatamente você.”

As coisas se tornam um pouco melhor um dia após o seu aniversário de 18 anos, quando ela e outras três amigas vão até uma lanchonete perto do campus da universidade de Prescott para tomar um café da manhã e esbarram com James Dean fora da ficção.

O inusitado de toda situação acontece quando os pais de Keely a obrigam a arruma um emprego para se tornar mais responsável depois de um episódio em que eles imaginavam que ela e Andrew seu melhor amigo tivessem ficado juntos, o que não aconteceu. Quando ela enfim resolve procurar emprego, se depara com um anúncio na antiga locadora de sua cidade e 1 dos funcionários é Dean.

Depois de passar muita vergonha, ela se vê contratada e também cheia de coisas em comum com o rapaz que já está na universidade, super lindo e muito atraente. Logo nasce uma paixonite aguda que se transforma em amassos e sensações que Keely nunca sentiu antes. O fato importante disso tudo é que ela é virgem e para suas amigas, suas conselheiras essa questão vai atrapalhar todo lance com o Dean.

“[…] Essa pode ser a última vez que estamos todos juntos, um grupo grande e problemático, e creio que todos nós sentimos a força do tempo neste instante.”

Os amassos vão ficando cada vez mais frequentes e o rapaz se tornando um pouco mais exigente, querendo dar o próximo passo com Keely, o que a faz ficar desesperada e traçar um Plano para acabar com seu status de virgem.

O que Kelly não imaginava é que o seu Plano poderia dar muito errado e acabar completamente com a sua confiança e desmoronar todo o seu porto seguro até que ela descubra o que sempre esteve óbvio na sua frente.

***ML***

Confesso que tem muito mais a falar sobre esse livro do que minha resenha permite sem dar spoiler, o Plano perfeito para dar errado é o livro YA mais interessante que eu li nos últimos tempos.

“O que compreende a respeito dos momentos: você não consegue planejá-los. Os melhores são os que nos pegam de surpresa.”

Não, isso não é puxa-saquismo, eu nunca tinha lido nada da Cameron Lund e quando eu li a referência na capa já imaginei que nos daríamos hiper bem. Acontece que a trama abordada pela autora é um tabu que muitos jovens enfrentam não só em escolas estrangeiras como nas nossas escolas nacionais. Infelizmente muitas pessoas não percebem o quanto é cobrado de uma menina que deixe de ser virgem antes de entrar na universidade ou que transem com qualquer cara para que perca seu status.

Exatamente nisso que eu me identifiquei muito com a escrita da autora e com o peso que isso tem na vida de uma jovem, causando várias fobias que podem ser evitadas se simplesmente elas resolvesem viver. No livro a autora aborda o assunto de uma forma super leve, com romance delicinha e os protagonistas acabam por não enxergar o que está escrito na cara deles.

É preciso que acontecimentos absurdos aconteça para que a Keely finalmente perceba e aceite o que todo mundo insinuou o tempo todo, inclusive seus pais.

“No fim das contas. O Plano não era uma ideia tão ruim; eu tinha apenas o cara errado em mente para executá-lo.”

Eu não posso e nem vou me alongar demais falando sobre o livro, porque com certeza vou acabar soltando spoiler, isso se já não soltei. Só garanto a vocês que é um livro engraçado, fluído e a escrita da autora é bem dinâmica o que te faz ler o livro rapidamente.

Esses novos lançamentos da Faro, esses novos escritores que ela vem nos apresentando são maravilhosos. Recomendo a vocês que leiam esse livro, que apresentem esse livro para as adolescentes ao seu redor e que expliquem que tudo tem o seu tempo.

Eu, como a louca que sou, classifiquei esse livro com quatro estrelinhas, porque achei que o final do livro precisava de mais umas 30 páginas para fechar a história do meu jeito. O que não interfere em nada em como as outras pessoas e vocês possam interpretar o final do livro.

“Precisamos fazer valer os próximos meses. Tudo que restará são os momentos.”

Espero de verdade que vocês leiam e apreciem tanto a trama quanto eu. Vejo vocês em breve.

Mazinha

Mazinha

Sou Mazinha, minha idade não importa, né? A alma é eterna KKKKK’ Moro em uma cidadezinha inexistente no mapa, sou viciada em Crepúsculo e todas as fanfics baseada nele, o que não quer dizer que a SM seja a minha autora da vida. Amo Romances e tenho me aventurado nos thrillers e segundo a Dani Fernandes eu adoro romance hot, só que nunca confirmei isso! Comecei a ler com 10 anos (vocês que lutem para fazer cálculos, eu sou de humanas).

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Agenda

outubro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Parceiros