Resenha #403 Codinome Villanelle – Luke Jennings @EditoraSuma

Resenha #403 Codinome Villanelle – Luke Jennings @EditoraSuma








Título: Codinome Villanelle (Killing Eve #1)
Autora: Luke Jennings
Lançamento: 2020
Estante: Skoob
Páginas: 216
Editora: Cia das Letras | Selo Suma
Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Thriller
Estrelas: 5/5




Sinopse: O surpreendente thriller que deu origem à série de sucesso Killing Eve, um drama de espionagem diferente de tudo o que você já viu.

Villanelle (um codinome, é claro) é uma das assassinas mais habilidosas do mundo. Uma psicopata hedonista, que ama sua vida de luxo acima de quase qualquer coisa… menos a emoção da caçada. Especializada em matar as pessoas mais ricas e poderosas do mundo, Villanelle é encarregada de aniquilar um influente político russo, e acaba com uma inimiga determinada em seu encalço.

Eve Polastri é uma ex-funcionária do serviço secreto inglês, agora contratada pela agência de segurança nacional para uma tarefa peculiar: identificar e capturar a assassina responsável e aqueles que a contrataram. Apesar de levar uma vida tranquila e comum, Eve possui uma inteligência rápida e aguçada – e aceita a missão.

Assim começa uma perseguição através do globo, cruzando com governos corruptos e poderosas organizações criminosas, para culminar em um confronto do qual nenhuma das duas poderá sair ilesa. Codinome Villanelle é um thriller veloz, sensual e emocionante, que traz uma nova voz à ficção internacional.

Skoob


Com certeza você já viu muitos livros de espionagem mas nenhum será como Codinome Villanelle.

Morte e Sedução movem Oxana, uma assassina a sangue frio que estava prestes a sofrer pena de morte pela vingança da morte de seu pai, recebe uma proposta que muda sua vida, desde o nome até suas opções financeiras. Oxana passa um tempo em treinamento árduo e doloroso para estar apta a ser uma matadora de um circulo de homens perigosos e poderosos conhecidos por ela como “os 12”.

A partir de então ela começa a cumprir várias tarefas, e as cumpre com perfeição jamais deixando rastros que façam com que ela seja descoberta, sendo uma das melhores assassinas do mundo todo. Ao mudar de vida, ela acostuma-se com a vida que tem levado, mas nada na sua vida a deixa mais excitada que o triunfo da morte. A única coisa que quase lhe deixa tão excitada é o sexo, que ela faz questão de experimentar com vários romances rápidos, onde seus amantes continuam a deseja-la, e ela, faz questão de sumir tornando o problema somente de quem vai lembrar dela.


Faz-se necessário lembrar que a personagem é bem construída e muito, muito intrigante. Além de uma inteligência em vários aspectos que faz com que o leitor queira saber mais sobre ela, entender o que realmente a motiva e as pessoas que agora são suas chefes – porque, ao ser salva de uma prisão, sua vida se transforma em uma sucessão de treinos na busca de a transformar na assassina perfeita, com tudo pago por estes novos patrocinadores, que somente exigem que ela mate seus alvos.


A gente conhece também no livro Eve Polastri. Diferente de Oxana, é uma mulher descrita como sem graça e sem muitos atributos estéticos, mas também muito inteligente. Trabalha em um tipo de organização secreta que monitora e é quem observa as mortes feitas por Oxana e, declara mesmo sem saber com quem está lidando, vingança pois Oxana mata um colega de trabalho dela. (Maior mico que o pobre passa no livro, se apaixona por um travesti que o seduz numa viagem que está a trabalho, e o próprio travesti o leva até a morte… UM CARA DO SERVIÇO SECRETO!! CAIU NO GOLPE MAIS VELHO E CLICHÊ DOS LIVROS DE ESPIONAGEM! KKKKK)


Eve é casada com um homem mais jovem e quando começa a trabalhar nesse caso o seu casamento começa a desandar, pois ela trabalha a mais por declarar guerra a Oxana. Seu marido, mesmo um poço de paciência, um dia acaba quase declarando um ultimato de divorcio caso ela não compareça a um jantar com amigos na casa dele. Mas ela precisou investigar alguém que poderia estar ligado a sua caça, então perdeu o jantar mas conseguiu um arquivo que estava codificado, como seu marido e seus amigos eram todos matemáticos, os chamou para desvendar aquilo, até que no último momento conseguiram, e ficamos apenas na curiosidade de saber o que de tão importante tinha ali, saberemos no próximo livro…


Sim, e Oxana? Oxana passa por uns problemas com a identidade por ser reconhecida por uma pessoa que ela usou com sexo anos antes. Fica preocupada dela ir atrás de alguma forma, Villanelle , como Oxana prefere ser chamada agora, também termina o livro com um suspense do que será de sua vida como assassina de aluguel da organização.


Um livro muito gostoso de ser lido, que tem sentimentos palpáveis em todo capitulo. Vale a pena conhecer Villanelle e saber como pode ter uma personagem literária tão maravilhosa e que sabe fazer o leitor torcer por ela (mesmo ela sendo a errada na história kkk).

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Agenda

setembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Parceiros