Resenha #355 Os Últimos Jovens da Terra: A Ameaça Cósmica, Max Brallier e Douglas Holgate @faroeditorial

Resenha #354 Os Últimos Jovens da Terra: A Ameaça Cósmica, Max  Brallier e Douglas Holgate @faroeditorial







Título: Os Últimos Jovens da Terra: A Ameaça Cósmica (4 Contra o Apocalipse #4)
Autor: Max Brallier e Douglas Holgate
Lançamento: 2020
Estante: Skoob
Páginas: 704
Editora: Milk&Shakespeare
Comprar: Amazon
Literatura: Internacional
Gênero: Infanto-juvenil,
Estrelas: 4/5

“Terrivelmente divertido! Uma série cheia emoções e risadas ainda maiores.” Jeff Kinney, autor do best-seller Diário de um banana É o primeiro inverno após o Apocalipse dos Monstros e, para Jack e seus amigos, isso significa catapultas de trenó, batalhas de bolas de neve e uma épica celebração de Natal. Até que surge uma vilã e tudo começa a dar errado. E não se trata de um monstro do espaço… Jack e seus amigos descobrem um plano sombrio que ameaça todo o planeta – e outras galáxias.

***Livro cedido em parceria com a editora***

Os últimos jovens da terra é uma série infanto juvenil, escrita por Max Brallier e Douglas Holgate, que acompanha a história de Jack e seus três amigos sobrevivendo sozinhos num apocalipse monstro. Os últimos jovens da terra: A ameaça cósmica é o quarto volume dessa série, então já deixo avisado que essa resenha pode conter algum spoiler dos livros anteriores. Caso você ainda não tenha lido as resenhas dos outros três livros, você pode encontrá-las aqui no blog.

Esse quarto volume começa um mês após os acontecimentos finais do livro três. Eles passaram por mais um inimigo e de quebra descobriram que há mais humanos que sobreviveram, o que aumentou as esperanças de todos, menos de Jack que não tem família.

Diferentemente do volume anterior, onde Jack estava relutante em sair em busca desses humanos, agora o menino sabe que, mesmo que ele não queira, ele deve isso aos amigos e acaba concordando em fazer a viagem. No entanto, as coisa não são tão fáceis e o inverno chega e junto com ele a neve, que deixa os monstros que são amigos deles em pânico. É então que eles desenvolvem, como sempre, vários planos para fazer com que eles vejam que o inverno não é tão ruim como eles pensam. No meio de muitos planos que não dão certo, eles tem a ideia de fazer um natal para os monstro.

Tudo seria lindo, se não surgisse uma nova ameaça. Uma humana que comanda uma exercito de zumbis, pronta para atacar nossos heróis e transformar a Terra num caos maior do que já está. Cabe a Jack e seus amigos enfrentar esse novo inimigo.

Mais uma vez a história continua divertida (principalmente a parte dos monstros com medo da neve) e traz uma aventura que acontece de forma ágil e que prende a atenção do leitor. Os quatro protagonistas não medem esforços quando o assunto é enfrentar um novo inimigo e salvar seu lar e seus amigos. E essa paixão deles uns pelos outros e por seu lar, bem como a coragem deles faz com a obra tenha sempre cenas de ação que não deixa a história parar.

Um outro ponto importante nesse volume é que o leitor consegue perceber que Jack, June, Quint e Dirk evoluíram desde o primeiro livro. Eles agem como uma família e estão bem mais maduros também, além de estarem mais conscientes sobre os perigos que eles estão enfrentando, mas sem perder a diversão.

A amizade entre eles ainda é um dos pontos chaves de toda trama e isso mais uma vez foi mostrado, quando há uma situação perigosa envolvendo um deles. E ainda temos os monstros bonzinhos que tem uma interação ótima com nossos heróis e que sempre os ajudam.

Os últimos jovens da terra: A ameaça cósmica é um livro divertido e leve de ler, que agrada a todos os leitores, sejam eles jovens ou mais velhos. Repleto de aventuras, amizades e uma boa dose de monstros!

Beijos e até a próxima!

Bell

Bell

Sou Bell Paula, tenho 28 anos e sou Bacharel em química e estudante de Tecnologia de Processos Químicos. A leitura está presente na minha vida desde criança, quando meus pais compravam para mim os gibis da Turma da Mônica, isso com meus 8 anos. Apaixonada por série que ninguém conhece, filmes clichês e músicas estranhas, tenho no manuscrito um lugar para falar das minhas leituras e compartilhar minha paixão. Amo livros de YA, romance e fantasia, mas adoro um bom clichê.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *