[TopList] Violência Doméstica



Olá pessoal,
Hoje o TopList será sobre um assunto que cada vez mais é abordado na sociedade, infelizmente.


Livro 1
It ends with us – Colleen Hover

Um dos melhores livros que li esse ano. Vale a pena.




A
vida de Lily nem sempre foi fácil, mas isso não a impediu de trabalhar duro
pelo que quer. Ela andou um longo caminho desde seu povoado em Maine, onde
cresceu, e então se formou e mudou-se para Boston, onde começou seu próprio
negócio. Então, quando ela sente uma faísca pelo belo neurocirurgião chamado
Ryle Kincaid, tudo na vida de Lily repentinamente parece muito bom para ser verdade.
Ryle é assertivo, teimoso, talvez até mesmo arrogante. Mas ele também é
sensível, brilhante, e tem um lado doce para Lily, e a forma como aparenta
quando veste seu jaleco de médico certamente soma alguns pontos. Lily não pode
tirá-lo da cabeça. Mas a completa aversão de Rile a relações amorosas é
inquietante. Mesmo que Lily encontre a si mesma como a exceção a regra de “não
sair”, ela não pode evitar se perguntar o que levou-o a isso em primeiro lugar.
Enquanto as questões sobre seu novo relacionamento a dominam, o mesmo acontece
com os pensamentos envolvendo Atlas Corrigan — seu primeiro amor e um laço que
deixou para trás. Ele era sua alma gêmea, seu protetor. Quando Atlas
repentinamente aparece, tudo o que Lily construiu com Ryle se vê ameaçado.



Livro2
Uma Razão para respirar (Trilogia) – Rebecca Donovan




 

Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se
preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de
forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa
as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não
querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está.
Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu
valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde. O
livro “Uma razão para respirar” é eletrizante da primeira à última
página; uma história ímpar sobre mudança, crueldade inesperada e uma
garota se agarrando à frágil esperança. Uma Razão para respirar não é só
um romance é um livro que aborda a violência doméstica e todos os
dilemas que as crianças e adolescentes que passam por isso precisam
enfrentar. A personagem principal vive esta realidade e tenta tornar-se
invisível para que as pessoas a sua volta não a percebam. E por meio da
amizade e amor ela tenta superar cada dia doloroso até que consiga
escapar desta rotina. Uma história forte, emocionante, dura, real,
meiga, triste e doce ao mesmo tempo, que vai mexer com os sentimentos do
leitor. Uma leitura envolvente do inicio ao fim.



Ninguém conhecia a mulher que morava lá ou que sequer existisse.

Um monstro, vivendo na escuridão…



Livro 3
Não me ache bonita – Elle Casey

Aos vinte e dois anos, Nicole nem
sequer parecia mais humana. Uma besta, tinha certeza disso. Então, ela
se esconde. Um monstro, remetido para uma vida de medo e solidão. Isso é
tudo o que ela merece, disso ela tem certeza. E então um dia, do nada, a
bola de beisebol autografada de Brian Jensen no último jogo dos
Marlins, entra em sua prisão e consegue virar seu mundo de cabeça para
baixo. A tentação vem sob a forma de piedade em primeiro lugar, e depois
talvez algo mais.



Será
que ela se atreverá a acreditar nas coisas que acha que não estava
destinada a viver? Ser um monstro não é o seu destino? E ela estará
disposta a arriscar tudo, para alcançar e aceitar as mãos que ajudam ao
seu redor e compartilhar seus mais profundos e obscuros segredos? Ela
sabe muito bem que as mãos podem machucar.


Descobrir se elas também podem curar é uma proposta arriscada, especialmente quando o animal ainda está lá fora.

Livro4
Pequenas Grandes Mentiras – Liane Moriarty

Depois do sucesso de O segredo do meu marido, a autora australiana Liane
Moriarty apresenta um livro ousado sobre as perigosas meias verdade que
contamos a nós mesmos para sobreviver.

Com muita bebida e pouca
comida, o encontro de pais dos alunos da Escola Pirriwee tem tudo para
dar errado. Fantasiados de Audrey Hepburn e Elvis, os adultos começam a
discutir já no portão de entrada, e, da varanda onde um pequeno grupo se
juntou, alguém cai e morre.
Quem morreu? Foi acidente? Se foi homicídio, quem matou?
Pequenas grandes mentiras conta a história de três mulheres, cada uma delas diante de uma encruzilhada.
Madeline
é forte e decidida. No segundo casamento, está muito chateada porque a
filha do primeiro relacionamento quer morar com o pai e a jovem
madrasta. Não bastasse isso, Skye, a filha do ex-marido com a nova
mulher, está matriculada no mesmo jardim de infância da caçula de
Madeline.
Celeste, mãe dos gêmeos Max e Josh, é uma mulher invejável.
É magra, rica e bonita, e seu casamento com Perry parece perfeito
demais para ser verdade.
Celeste e Madeleine ficam amigas de Jane, a
jovem mãe solteira que se mudou para a cidade com o filho, Ziggy, fruto
de uma noite malsucedida.
Quando Ziggy é acusado de bullying, as
opiniões dos pais se dividem. As tensões nos pequenos grupos de mães vão
aumentando até o fatídico dia em que alguém cai da varanda da escola e
morre. Pais e professores têm impressões frequentemente contraditórias e
a verdade fica difícil de ser alcançada.
Ao colocar em cena
ex-maridos e segundas esposas, mãe e filhas, violência e escândalos
familiares, Liane Moriarty escreveu um livro viciante, inteligente e
bem-humorado, com observações perspicazes sobre a natureza humana.


Leia também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Categorias

Arquivos