O Rei Eterno

Venho novamente aqui contar para vocês sobre um dorama que fez muito sucesso em 2020. O Rei Eterno é um k-drama que deixa o coração acelerado com os tantos acontecimentos, e além disso, mantém seus telespectadores atentos aos detalhes de sua trama.
2 Shares
2
0
52
O Rei Eterno






Título: O Rei Eterno (The King: Eternal Monarch)
País: Coreia do Sul
Lançamento: 2020
Duração: 60 min.
Episódios: 16
Emissora: Netflix
Direção:  Baek Sang-hoon; Jung Ji-hyun; Yoo Je-won
Elenco: Lee Min-ho, Kim Go-eun, Woo Do-hwan, Lee Jung-jin, Jung Eun-chae
Gênero: Fantasia, romance, aventura, mistério
Onde assistir: Netflix
Nota: 5/5

Um imperador coreano passa por um portal misterioso e entra em um mundo paralelo onde conhece uma detetive obstinada.



Venho novamente aqui contar para vocês sobre um dorama que fez muito sucesso em 2020. O Rei Eterno é um k-drama que deixa o coração acelerado com os tantos acontecimentos, e além disso, mantém seus telespectadores atentos aos detalhes de sua trama. Eu simplesmente sou apaixonada nesta novela coreana e também nos grandes atores que compuseram esta obra.

O Rei Eterno traz uma história de amor que nasce mesmo distante. Não digo isso porquê um está em um país e outro em outro, não, esse casal encontra-se separado no espaço-tempo. Bem, irei explicar melhor à vocês.

Lee Gon (Lee Mi Ho) é um homem que vive numa Coreia onde a monarquia governa, ele é o grande rei. Quando criança uma tentativa de golpe contra o seu pai mudou sua vida e ele carrega consigo uma pequena lembrança desse acontecimento: um crachá que contém o nome e foto de uma policial que não existe no seu reino. A medida que ele cresceu, Lee Gon adentrou numa busca por esta mulher e quando adulto sua caça por ela tornou-se menos ferrenha. Até que um dia, cavalgando pela floresta perto de seu palácio, ele descobre um portal do qual o levou para um lugar estranho, uma outra Coreia. Ao passear por ela sem entender, Lee Gon acaba conhecendo Tae-eul a policial de seu crachá.

Tae-eul (Kim Go-eun) só estava trabalhando normalmente até se deparar com um homem alucinado montado num cavalo no meio da cidade. Ele a abraça e jura que a conhece, porém, ela tem absoluta certeza que não. Mal sabe Tae-eul que suas vidas estão interligadas.

Lee Gon (Lee Min-ho) e Tae-eul (Kim Go-eun)

Gente, eu ri demais em vários momentos desse casal e claro também me emocionei de tão lindo que é. Lee Gon, mesmo sendo um rei, ele é um cara muito científico, enquanto Tae-eul é incrédula sobre tudo, gargalhei por conta disso ao ver Lee Gon tentar a todo custo, fazer com que ela acredite nele, mas ela é uma policial durona e um pouco assustadora. Este fator vai impressioná-lo e apaixoná-lo no mesmo instante. E observo aqui que me emocionei porque eles são de espaço-tempo diferentes, então em alguns momentos ficam separados e até nós dorameiros ficamos na expectativa de revê-los juntinhos. 

Este dorama tem uma filmagem maravilhosa e um roteiro bem escrito. Única dica para quem quer assisti-lo é: preste atenção nos detalhes. Sim, como trata-se de um dorama com passagem de tempo, portais e essas coisas, ele pode gerar algumas confusões na nossa cabeça, mas nada que você não possa se achar depois.

A química dos personagens é maravilhosa. Não espere um rei estilo conto de fadas, apesar de ser uma fantasia, todos os personagens são bem humanos, o que significa que não estão isentos de cometer grandes erros. 

Eu adorei este dorama, eu indico a todos vocês assistirem e curtirem muito! 

Um bom dorama a todos!

54 Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *