Resenha #398 Estúpida Promessa – Jenni Hendricks e Ted Caplan @FaroEditorial

Antes de começar realmente a resenha desse livro, preciso falar com vocês um pouco sobre a sensação de ler algo tão representativo. Estúpida Promessa não é apenas mais um livro Young Adult que vem com uma trama trabalhando a friendzone.
1 Shares
1
0
12
Resenha #398 Estúpida Promessa – Jenni Hendricks e Ted Caplan @FaroEditorial







Título: Estúpida Promessa
Autor: Jenni Hendricks e Ted Caplan
Lançamento: 2021
Estante: Skoob
Páginas: 256
Editora: Faro Editorial
Comprar: Amazon
Literatura: Internacional
Gênero: Yong Adult, Romance
Estrelas: 4/5

Ele fará de tudo para estar perto daquela garota… até mesmo salvar a vida de seu namorado idiota. Steve é um idiota. Ok, isso não é algo legal de dizer sobre uma pessoa que acaba de descobrir um câncer, mas é a verdade. Steve é um fanfarrão, dá festas muito loucas, faz brincadeiras e piadas de mau gosto e não leva nada a sério. Mas o pior de tudo: ele está namorando Kaia – a garota dos sonhos de um cara superdobem como Cam. Ao descobrir que o namorado está com câncer e que precisará de um tratamento pelo qual não pode pagar, Kaia pede ajuda justamente a Cam, que logo decide organizar a maior e mais viral campanha de arrecadação de fundos. Talvez assim ela finalmente o veja como o cara perfeito pra ela. Mas Steve percebe o plano de Cam e fará de tudo para impedi-lo de roubar sua namorada. É quando tem início a disputa… e uma batalha silenciosa e feroz acontece ao redor de Kaia. A mistura cômica de A culpa é das estrelas com um triângulo amoroso.



Resenha feita em parceria com a editora.

“Mas tudo bem. Os erros fazem parte do crescimento. Na verdade, você ainda comete erros quando é adulto.”

Antes de começar realmente a resenha desse livro, preciso falar com vocês um pouco sobre a sensação de ler algo tão representativo. Estúpida Promessa não é apenas mais um livro Young Adult que vem com uma trama trabalhando a friendzone. Não, esse livro traz muito questionamentos, aponta alguns pontos que às vezes adultos não observam e não trabalham com adolescentes/jovens.

Além de trazer um vislumbre muito interessante sobre jovens que apoiam e trabalham em causas sociais e possuem ídolos representantes na sociedade. Tá tudo bem você chegar no final do ensino médio sendo fã de alguém. Não devemos nos privar de demonstrar admiração por ninguém no século que estamos. Cringe ou não, o importante é continuarmos a ser quem somos.

Agora vamos conversar e entender um pouco sobre a história de Cam, Kaia e Steve.

Seria muito fácil resumir essa história dizendo que Cam é um jovem tímido que está sempre envolvido em causas sociais e em um desses eventos ele acaba conhecendo Kaia. Uma garota perfeita que acaba mexendo com todos os sentidos do jovem Cam… Mas, infelizmente ela já tem um namorado que é o Steve, garoto mais popular da escola, que por sua vez está enfrentando um grande problema de saúde. Resumo ideal para quem leu superficialmente esse livro.

“Enquanto eles baixam o nível, nós o levantamos, Cam.”

Acontece que as coisas são mais ou menos desse jeito, sem acrescentar o fato que Steve é um babaca, sabe que é um babaca e usa sua babaquice para continuar prendendo Kaia ao seu lado.

Steve está doente, isso é um fato que não pode ser constentavel. Cam é um cara bacana, que apoia e luta por todas as causas sociais que lhe são possíveis. Acontece que nesse meio ele precisa apoiar a causa do namorado da garota por quem ele está apaixonado.

Tirando todo esse problema, olhando pelos olhos do Cam toda situação de Steve e Kaia, além de ter que aturar as babaquices de Steve que tá desconfiado de seus sentimentos por sua namorada, a gente vê nessa história como é complicado batalhar, lutar por causas sociais e ter que enfrentar os nossos próprios problemas.

Minha opinião sobre isso tudo é simples, a gente não pode minimizar o que sente, por quem sente e quando sente. Cada sentimento interior deve ser expressado de uma forma que não agrida ninguém e que respeite todos os envolvidos.

“Estou fazendo algo bom pelos motivos errados, e isso não é legal.”

Cam vive essa friendzone de um jeito que muitos adolescentes/jovens vivem hoje em dia. Com medo de expressar o que sente, tentando estar próximo da pessoa que gosta como uma maneira de saciar a intensidade do que sente.

A forma como os autores trabalharam a história para algumas pessoas pode ter sido um pouco vaga e sem atitude do protagonista. Mas a gente já parou para se colocar no lugar dele? Quem teve ou tem astúcia o suficiente para confrontar o namorado doente da pessoa que você gosta?

Eu não tenho nem que explicar o quanto é diagramação da Faro está linda nesse livro, eu amei a capa. E amo o carinho que a Faro tem com cada edição que pública. Sem contar que essa leitura foi recomendação da Dea e como sempre ela acertou. Obrigada! 😘

O final desse livro deixa a gente muito intrigado e com gostinho de quero mais. Eu dei uma procurada e vi que tem uma continuação ou um segundo livro, não sei ao certo. Então, minha nota de 4 estrelas é justificável e completamente esperançosa de que a Faro vai trazer esse livro para o Brasil.

“O sofrimento é a prova irrefutável da existência do amor?”

Recomendo a história, recomendo a leitura, recomendo livro, recomendo tudo.

Beijos até…

13 Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *