Resenha #412 Augusto – Allan Massie @FaroEditorial

Demorei, mas voltei! Com a resenha de um livro histórico, baseado em registros das memórias do primeiro imperador que reinou por 41 anos, sucessor de Júlio César, o Augusto.
1 Shares
1
0
1
Resenha #412 Augusto – Allan Massie @FaroEditorial







Título: Augusto
Autor: Allan Massie
Lançamento: 2021
Estante: Skoob
Páginas: 352
Editora: Faro Editorial
Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Romance Histórico
Estrelas: 4/5

Partindo dos registros das memórias de Augusto, descobertos na restauração de um mosteiro na Macedônia, Allan Massie recria o imperador na velhice, apresentando sua própria trajetória. Assim, por meio de uma narrativa literária perspicaz, Massie converte a obra em uma autobiografia, fazendo surgir, das páginas da história e da ficção, o homem astuto, implacável, mas também generoso e digno de admiração. Augusto abrange duas fases de períodos diferentes da vida do imperador e que também estão presentes nas memórias originais. A primeira parte traz um imperador confiante, vigoroso e dono de triunfos. Na segunda, a atmosfera sofre uma transformação radical. São memórias introspectivas de um homem sobre a própria existência e feitos, nas quais analisa o sentido da vida e demonstra temor pela segurança do império que construiu.

Amazon


**Resenha feita em parceria com a editora**

Demorei, mas voltei! Com a resenha de um livro histórico, baseado em registros das memórias do primeiro imperador que reinou por 41 anos, sucessor de Júlio César, o Augusto.

A princípio, devo contar que a forma com que o historiador, escritor e jornalista, Allan Massie, discorreu com a obra, é impressionante. Ele criou uma narrativa literária em cima da autobiografia do Augusto. Isto, tornou o livro ainda mais emocionante, afinal, vemos os percalços que o até então, Caio Otávio Turino, passou até se tornar o Imperador Augusto.

A partir da morte do comandante de Roma, Júlio César, a vida de Caio Otávio se encontra em perigo. Boatos difamatórios correm por Roma. Os inimigos do antigo comandante Grande Cidade, agora também são inimigos de Caio Otávio que precisa agir para tomar aquilo que lhe é de direito. Mas, isto não foi fácil.

Marco Antônio, o último grande general romano da República, é um dos seus inimigos. Durante sua trajetória, Otávio irá derrotá-lo também, mas antes de tudo, durante o livro, ele teve que provar sua lealdade.

No poder, Augusto foi grande, afinal, fundou um império e inaugurou uma nova era de paz. Ele foi um político, administrador e construtor de monumentos e fortalecedor da economia de roma. Contudo, com o passar dos anos, mudou. De triunfante, Augusto na velhice tornou-se em um homem desconfiado com a segurança do próprio reino. Ele sofreu com perdas e com a traição de seus filhos.

Tenho que dizer que é são tantas narrativas que não consigo resumir aqui, ou simplesmente, contar um parte dela. Ele foi um homem implacável, mas como diz o próprio Allan Massie, digno de admiração. Esta série não acaba por aqui, porque temos o livro de Marco Antônio e Cleópatra, ou seja, além da visão de Augusto no decorrer do empasse com Marco Antônio, veremos a visão do próprio general amante da rainha do Egito.

Então é isso meu povo! Espero que gostem e leiam este livro maravilhoso da Faro! Quem é amante de história e de narrativas literárias com toda certeza vai.

2 Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *